Loading
fechar

Acesse o conteúdo da Revista

Se você não tem cadastro, Cadastre-se agora

Acesse o conteúdo completo Assine a Revista

Impressa ou digital, em até 12x no cartão

Carrinho

Seu carrinho contém

Item Valor

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00
Subtotal R$ 149,90

Matérias

Encontre a matéria abaixo ou pesquise aqui

ou por Revistas Guias Seções Cadernos Especiais

Colunas » Negócios PE - 26ª Edição

Espaço Ceplan

WWW.CEPLANCONSULT.COM.BR | WWW.TWITTER.COM/CEPLAN

INFLAÇÃO: SINAL DE CAUTELA
A taxa de inflação (IPCA-IBGE) da RM do Recife apresentou uma variação de 0,79% em setembro de 2012, a mais elevada entre as RMs pesquisadas. O item alimentos e bebidas foi o que mais pesou para o bolso do consumidor recifense no mês, com alta de 2,01%. No acumulado dos últimos 12 meses, a metrópole recifense já verifica um índice inflacionário de 6,16%, enquanto o País registra 5,28%. Embora a inflação ainda se mantenha num patamar razoável, com a economia em crescimento, o tema merece a devida atenção.

MERCADO DE TRABALHO MANTÉM BOM DESEMPENHO
Pernambuco apresentou um acréscimo de 1,46% nos empregos formais no mês de setembro de 2012 (Caged-MTE), o segundo melhor resultado entre os estados do Brasil. Ainda no mês de setembro a RM do Recife registrou uma taxa de desocupação de 5,7% (PME-IBGE), a menor da série dos meses de setembro desde 2002 e abaixo das taxas do mês registradas para as RM’s de Salvador (6,2%) e São Paulo (6,5%).

PUJANÇA NO COMÉRCIO VAREJISTA
O indicador do nível de atividade no comércio varejista continua pujante para Pernambuco em 2012. A variação das vendas do comércio varejista ampliado cresceu, até agosto, 9,8% e, em doze meses, aumentou 7,2%. Tanto no acumulado do ano quanto em doze meses, a expansão se deu acima da média brasileira (8,6% e 6,8%, respectivamente). O ritmo de crescimento reduziu-se, mas ainda é significativo revelando que a elevação da massa salarial (mais emprego formal com rendimentos reais em ascensão), os ganhos do salário-mínimo acima da inflação, a política de crédito e de redução do IPI e as transferências de renda vêm estimulando o aumento do consumo das famílias.

Negócios PE - 26ª Edição
Revista Negócios PE

Negócios PE - 26ª Edição

Matérias desta edição

Publicidade | Publicidade 03 - Banner Matrias
PUBLICIDADE