Loading
fechar

Acesse o conteúdo da Revista

Se você não tem cadastro, Cadastre-se agora

Acesse o conteúdo completo Assine a Revista

Impressa ou digital, em até 12x no cartão

Carrinho

Seu carrinho contém

Item Valor

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00
Subtotal R$ 149,90

Matérias

Encontre a matéria abaixo ou pesquise aqui

ou por Revistas Guias Seções Cadernos Especiais

Matérias » Negócios PE - 24ª Edição

Mais uma de dona Sophia

Sophia Lins é uma empreendedora nata. A empresária consolidou na última década uma marca reconhecida em Pernambuco como sinônimo de bom gosto

Por Drayton Nejaim | Foto estudioclicka.com

Sophia Lins é uma empreendedora nata. A empresária consolidou na última década uma marca reconhecida em Pernambuco como sinônimo de estilo e bom gosto. Mais que isso. Cresceu pelo mérito do trabalho, resultado de sua perspicácia comercial, exercitada muito antes de sua incursão na gastronomia e na recepção de eventos.

Sophia Lins e Carol Sá Leitão, sócias no novo espaço de eventos que traz o verde da praça Marco Antonio Vilaça como plus

Sophia começou a se relacionar profissionalmente com a sociedade pernambucana há dezesseis anos quando abriu uma loja de roupas femininas. Fez um parêntese nessa relação para conhecer a realidade comercial de outro mercado, importando embalagens dos Estados Unidos para vender aos supermercados daqui. Logo voltou a exercer sua capacidade de se relacionar com a sociedade como sócia do centro de estética SET, no Shopping Center Recife. Posteriormente, tornou-
se sócia de uma loja de utensílios caros para cozinhas, localizada na Avenida Boa Viagem e batizada com a marca La Cuisine.

Durante esse período Sophia lutou muito. Começou a materializar sua bem sucedida carreira como empresária há dez anos, quando junto com o irmão Felipe Lins, funcionário do Tribunal de Contas, decidiu usar o terraço da loja de cozinha localizada no Edifício Oceania para servir sanduíches e saladas, espaço que passou a atender pelo nome de La Cuisine Bistrô.

O espaço e a proposta agradaram. O amigo Amadeu Dias recomendou que colocassem pratos quentes e bebidas para aumentar o ticket médio. O ambiente oferecia charme e sabor. O negócio cresceu e o restaurante invadiu o espaço da deficitária loja, que sumiu. O La Cuisine Bistrô ganhou o Recife e se consolidou. Tornou-se um cartão de visita para que a restauratrice Sophia Lins pudesse alçar novos voos.

Em 2007 a empresária, com um importante networking já formado, construiu as condições para assumir o restaurante do empresarial JCPM, inicialmente em sociedade com o irmão Felipe e os sócios Amadeu Dias e Pedro Berinson. A operação ganhou o nome La Cuisine Classico e, depois de dois difíceis anos, Sophia adquiriu as cotas dos sócios, ficando sozinha na operação que atende também a todos os eventos corporativos que acontecem no edifício. O negócio, como ela acreditava, ganhou estabilidade.

Em paralelo, outras movimentações aconteceram, como a entrada na sociedade do La Cuisine Bistrô, de Amadeu Dias e Pedro Berinson. Eles aportaram capital e o indiscutível know-how adquirido como empreendedores e sócios de uma enorme rede de restaurantes (que inclui marcas como Tio Armênio, Boteco, Ferrero Café, Kojima, Nakumbuca, Pomodoro Café, entre outros) para viabilizar a expansão visualizada por Sophia e que ganhou o nome de La Cuisine do Mar. Também partiu de Amadeu Dias o convite, há um ano, para que Sophia replicasse no bairro de Casa Forte a proposta do La Cuisine Bistrô junto com o casal José Arraes e Áurea Negromonte.

O bufê La Cuisine

Pouco depois de abrir a La Cuisine Classico no JCPM, Sophia decidiu abrir o bufê, uma demanda antiga de sua clientela, pessoas com inserção social e empresarial na cidade, que aprenderam a admirar a proposta gastronômica cultivada por ela nos empreendimentos em que se fazia presente. Além do seu conhecido carisma como public relations.

Apesar das grandes marcas presentes neste mercado, o bufê rapidamente ganhou espaço. Os atributos cultivados pelas marcas Sophia Lins e La Cuisine, respondiam por uma demanda reprimida e com ela o desejo desse público de levar o La Cuisine para a sua residência e para os acontecimentos empresariais da cidade. Hoje o bufê, comandado junto com os sócios Apolônio Carneiro e a filha Gabriela Maranhão, disputa os grandes eventos residenciais e empresariais do Recife com os bufês Arcádia e Porto Fino.

Como resultado do reconhecimento à capacidade da marca de agregar valor aos eventos que atende, o empreendedor Eduardo Carvalheira alicerçou com Sophia há dois anos uma parceria em seu espaço, a Cachaçaria Carvalheira, em que o bufê servido na maioria dos eventos da casa é do La Cuisine. Há alguns meses, a arquiteta Carol Sá Leitão convidou Sophia Lins para se associar num espaço que não existia na Zona Sul do Recife, uma casa para até 150 pessoas, com o charme associado à marca, que apropriadamente foi batizado de La Cuisine Petit Comité, inaugurado no dia dos namorados com um jantar all included para 60 casais.

A sociedade de Carol Sá Leitão com o bufê La Cuisine no espaço de eventos inclui a exclusividade de todas as decorações dos eventos realizados no lugar para a arquiteta. A casa já foi a moradia do ex- governador Mendonça Filho e fica no Encanta Moça, um refúgio verde do Bairro de Boa Viagem. “Já era hora do bufê La Cuisine ter um lugar pra chamar de seu”, comemora a empreendedora Sophia Lins que venceu na vida como empresária.

Família prendada
Sophia Monteiro de Barros Lins acumula laços sanguíneos respeitáveis com a cena gastronômica pernambucana. Duas tias maternas legítimas da empresária, Letícia e Zezita, empreenderam docerias que marcaram época no Recife, Candy’s e Tia Dondon. Outra tia materna, Fernanda Monteiro Dias (viúva do português Licínio), comanda a Casa dos Frios até hoje. Sua prima legítima, Ana Góes, é dona de um conhecido espaço de recepções que leva o seu nome.

Negócios PE - 24ª Edição
Revista Negócios PE

Negócios PE - 24ª Edição

Matérias desta edição

Publicidade | Publicidade 03 - Banner Matrias
PUBLICIDADE