Loading
fechar

Acesse o conteúdo da Revista

Se você não tem cadastro, Cadastre-se agora

Acesse o conteúdo completo Assine a Revista

Impressa ou digital, em até 12x no cartão

Carrinho

Seu carrinho contém

Item Valor

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00
Subtotal R$ 149,90

Matérias

Encontre a matéria abaixo ou pesquise aqui

ou por Revistas Guias Seções Cadernos Especiais

Relatórios » Relatório de Ações Sustentáveis 2012/2

Shopping Tacaruna - Tacaruna Social

Shopping Tacaruna aperfeiçoa projetos sociais dialogando com a comunidade
Sylvia Vasconcelos, coordenadora de projeto social, Sandra Arruda, superintendente do Shopping Tacaruna, Conceição Pororoca, coordenadora do Ginástica no Shopping e Karla Apollyana, assistente do Tacaruna Social

Em 2007, quando o Shopping Tacaruna completava dez anos, como parte da comemoração da data foi anunciado o projeto Tacaruna Social, voltado à inclusão social pela prática de esportes e ao acesso ao conhecimento, às atividades culturais e à educação profissional.

A iniciativa dos empreendedores do Tacaruna surgiu quando compreenderam que poderiam fazer mais pela comunidade do entorno do centro de compras, localizado no bairro de Santo Amaro, um dos bairros mais antigos do Recife. O vínculo com a comunidade já existia em dois programas isolados: o Projeto Ginástica Tacaruna e a Escola de Música Pityboama. O primeiro ainda existe e oferece diariamente aulas de ginástica para a terceira idade; a Pityboama surgiu com o objetivo qualificar jovens pela formação musical.

Perceber que dois projetos isolados eram pouco, diante da imensidão de possibilidades, foi só questão de tempo: o Tacaruna Social cresceu e ganhou dimensão proporcional à importância do bairro e à relevância socioeconômica do shopping, que entendeu ser possível tornar-se personagem mais atuante naquele cenário. A meta passou a ser uma contribuição direta ao desenvolvimento social e à geração de trabalho e renda para a comunidade vizinha.

Para promover não só a inclusão social e profissional, mas sobretudo a valorização da cidadania, o projeto vem realizando seminários, reuniões de rede, capacitações profissionais, geração de renda, oficinas, parcerias, visitas institucionais, visitas domiciliares aos moradores, práticas recreativas e esportivas e outras ações comunitárias e de solidariedade. “É fundamental fortalecermos a autoestima dos moradores e os vínculos comunitários, possibilitando que eles processem seu desenvolvimento e realizem uma inserção social sustentável”, diz Sylvia Vasconcelos, coordenadora do Tacaruna Social.

Desde seu início, o Tacaruna Social já capacitou, em oficinas e cursos de qualificação, 2.451 pessoas. Foram mais de 20 reuniões com líderes comunitários, voltadas a identificar as principais necessidades e anseios dos moradores, e mais de 4 mil atendimentos individuais a pessoas da comunidade. Além disso, uma psicóloga social e uma coordenadora do projeto realizam visitas regulares à comunidade, identificando – em escolas, postos de saúde da família, creches e associações de moradores – as principais deficiências locais, para fortalecimento das ações.

Ouvir a comunidade é uma das maiores preocupações da administração do shopping. Como diz Sandra Arruda, superintendente do Tacaruna, “o importante é que possamos construir juntos, trocando ideias, ouvindo exemplos e debatendo, para que, através desta dinâmica do pensamento, todos percebam novas perspectivas”.

A sede do projeto ocupa uma área, lá mesmo no Shopping Tacaruna, com sala de aula climatizada para 50 pessoas, sala para atendimento individual e pátio para reuniões, apresentações culturais e práticas esportivas. Ali são ministradas, diariamente, aulas de português, matemática e inglês, além de diversas oficinas profissionalizantes, das quais 41 já foram concluídas, em parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, Organização de Auxílio Fraterno do Recife – OAF, Galpão de Meninos e Meninas de Santo Amaro, Orquestrando Pernambuco, Posto de Saúde da Família de Vila Santa Terezinha – NASF, Senac e Sesc-Casa Amarela, capacitando mais de 1.800 alunos e gerando mais de 100 empregos diretos.

Relatório de Ações Sustentáveis 2012/2
Revista Negócios PE

Relatório de Ações Sustentáveis 2012/2

Matérias desta edição

Publicidade | Publicidade 03 - Banner Matrias
PUBLICIDADE