Loading
fechar

Acesse o conteúdo da Revista

Se você não tem cadastro, Cadastre-se agora

Acesse o conteúdo completo Assine a Revista

Impressa ou digital, em até 12x no cartão

Carrinho

Seu carrinho contém

Item Valor

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00
Subtotal R$ 149,90

Revista Negócios PE » Edições Anteriores

Capa
Negócios PE - 43ª Edição

Fechando o ciclo


Nossa edição 43 traz o terceiro produto do Estudo de Referência financiado pelo Conselho de Gestão do LIDE Pernambuco, confeccionado pela Ceplan - Consultoria Econômica, que mapeou o impacto da crise sobre o Estado, desta vez enfocando propostas para superação da crise.


Além do conjunto de propostas, que ilustra a capa desta edição, na pesquisa, foram escutadas 105 lideranças empresariais do Estado, gestores do primeiro escalão do poder público e representantes de classe (em sete grupos focais e dez entrevistas individuais). Foram elaborados, ainda, um mapa com a curva detalhada dos empregos produzidos e desmobilizados, e outro com os investimentos realizados, paralisados e descontinuados em Pernambuco, todos também capa da Negócios PE nas edições passadas.


O Estudo de Referência LIDE é mais uma contribuição do Grupo de Líderes Empresariais de Pernambuco para ampliar a compreensão da sociedade civil sobre o que vem ocorrendo com o nosso Estado nesse período de crise. É parte do compromisso, em comum com a Negócios PE, de informar, inspirar, referenciar e propor ações, empoderando empresários, empreendedores, executivos e gestores públicos do primeiro escalão além de líderes associativos.


Ao tornar público este documento, o LIDE Pernambuco age em consonância com as deliberações do seu Conselho de Gestão, ativando a dimensão de monitoramento e proposição, competências que se somam à integração multisetorial, ao fornecimento de conteúdo relevante e útil para os líderes do Estado e à capacidade de mobilizar e articular a comunidade empresarial em causas que favorecem o exercício da cidadania.


Além da matéria de capa, trouxemos outros conteúdos que têm a marca do critério exercida pela revista, desde sua primeira tiragem, há dez anos. Na próxima edição, teremos uma publicação especial que carimba os dez anos da Revista Negócios PE.


Uma excelente leitura a todos.


Drayton Nejaim
Publisher da Editora Negócios e
presidente do LIDE Pernambuco


Yuri Romão
Diretor regional da JLT Seguros e
vice-presidente do LIDE Pernambuco

Capa
Negócios PE - 42ª Edição

Cumprindo seu papel


Nossa edição de número 42 traz o segundo produto do Estudo de Referência financiado pelo Conselho de Gestão do LIDE Pernambuco, que mapeou o impacto da crise sobre o Estado, desta vez enfocando a dimensão Investimentos.


Este mapa dos investimentos em Pernambuco, confeccionado pela Ceplan - Consultoria Econômica detalha por setor de atividade, por área geográfica, por investimentos consagrados, interrompidos e desmobilizados, o período recente que renovou e diversificou a matriz econômica do Estado, tornando-a mais competitiva, versátil e coerente com os potenciais econômicos existentes.


Além do mapa de investimentos que ilustra a capa desta edição, um mapa com a curva detalhada dos empregos produzidos e desmobilizados em Pernambuco desde 2005 até 2016 ilustrou a reportagem especial de nossa edição passada, constituindo-se no primeiro produto do Estudo de Referência LIDE Pernambuco.


Na próxima edição publicaremos a terceira e última parte desse trabalho, o diagnóstico resultante da audição de mais de 100 lideranças empresariais expressivas do Estado, sobre os desafios do País e do Estado e as prioridades que devem ser enfrentadas, obtidas através da realização de sete grupos focais setoriais somadas a entrevistas individuais.


O Estudo de Referência LIDE é mais uma contribuição do Grupo de Líderes Empresariais de Pernambuco para ampliar a compreensão da sociedade civil sobre o que vem ocorrendo com o nosso Estado nesse período de crise. É parte do compromisso, em comum com a Negócios PE, de informar, inspirar, referenciar e propor ações, empoderando empresários, empreendedores, executivos e gestores públicos do primeiro escalão além de líderes associativos.


Ao tornar público este documento o LIDE Pernambuco age em consonância com as deliberações do seu Conselho de Gestão, ativando a dimensão de monitoramento e proposição, competências que se somam a integração multisetorial, ao fornecimento de conteúdo relevante e útil para os líderes do Estado e a capacidade de mobilizar e articular a comunidade empresarial em causas que favorecem o exercício da cidadania.


E, para entrar em 2017 com o astral elevado, registramos o GOL marcado pelo Governo de Pernambuco no campo da atração de investimentos, com a decisão de uma das cinco maiores indústrias farmacêuticas do País, os Laboratórios Aché, de construir uma fábrica e uma central de distribuição na RMR do Recife, num investimento inicial de 500 milhões, com geração de 500 empregos diretos e mais 2,5 mil indiretos. Foi a melhor notícia deste final de ano!


Drayton Nejaim
Publisher da Editora Negócios e
presidente do LIDE Pernambuco

Yuri Romão
Diretor regional da JLT Seguros e
vice-presidente do LIDE Pernambuco

Capa
Negócios PE - 41° Edição

Um momento oportuno


Esta edição, de número 41, traz o primeiro produto (de um total de três), do Estudo de Referência sobre o impacto da crise na economia de Pernambuco, financiado pelo Conselho de Gestão do LIDE Pernambuco, que contratou a Ceplan, mais expressiva consultoria econômica do Estado.


O primeiro produto foca os números do emprego no Estado e dedica um tópico às finanças públicas de Pernambuco. Traz uma radiografia completa, detalhada, atualizada, e publicada com exclusividade pela Revista Negócios PE. O estudo contempla, nos seus produtos subsequentes, um mapa sobre investimentos em Pernambuco e um diagnóstico da comunidade empresarial sobre o momento do País e do Estado, com propostas elaboradas a partir do diálogo sistematizado com 150 líderes da gestão pública, entidades de classe e da iniciativa privada.


Esse Estudo de Referência é uma contribuição concreta do Grupo de Líderes Empresariais de Pernambuco ao momento que vivemos, e servirá para a sociedade civil entender numericamente o que exatamente está acontecendo. A decisão de publicar este estudo na íntegra tem a ver com o compromisso comum da organização empresarial e deste veículo de comunicação de inspirar, informar, referenciar e propor caminhos, empoderando a nossa comunidade empresarial com informação útil e relevante.


Ao decidir tornar público este documento, o LIDE Pernambuco assume uma postura propositiva, afirmando sua condição institucional e chamando para si a responsabilidade de ir além do debate, organizando de maneira qualitativa números, ações e opiniões de líderes setoriais.


Ao disponibilizar esse conteúdo, temos como objetivo aumentar a consciência da comunidade empresarial, acadêmica, gestores públicos, entidades de classe e sociedade civil. Agindo assim, cumprimos com a nossa missão.

Uma excelente leitura!


Drayton Nejaim
Publisher da Editora Negócios e
presidente do LIDE Pernambuco

Yuri Romão
Diretor regional da JLT Seguros e
vice-presidente do LIDE Pernambuco

Capa
Negócios PE - 40° Edição

A opinião feminina

Preparamos para você uma análise cem por cento feminina do momento econômico, político e social que vem atravessando o Brasil. Desta vez escutamos as Conselheiras de Gestão do LIDE Mulher. Empreendedoras, executivas e profissionais liberais com enorme respeitabilidade em companhias locais, nacionais e multinacionais.

Elas observam com serenidade o quadro econômico vinculado ao político. A preocupação existe, é verdade, mas essas guerreiras demonstram confiança e positividade, acreditando que podemos superar este momento.

As conselheiras falaram do sentimento de decepção pelo fato de a primeira mulher no comando do Brasil não ter sido bem sucedida e comentaram sobre o Governo Temer, além – é claro - do papel das instituições, como o Ministério Público, a Polícia Federal e a Imprensa. Também opinaram sobre o mal que continua enraizado na população: a corrupção.

A Revista Negócios PE foi além e, nesta edição, também apresenta reportagens com mulheres determinadas. A secretária da Mulher do Estado, Sílvia Cordeiro, feminista de carteirinha. A advogada Gisele Martorelli, especialista no Direito de Família e Sucessões. A jornalista e empresária Ana Cristina Lima, da Brava Comunicação. A empresária Keila Benício, que comanda a Blu K, e Kátia Harrop, que, ao lado da filha Manuela, apresenta ao mercado a linha de cosméticos Harrop.

E artigos com a economista Tânia Bacelar, a deputada estadual Simone Santana, a advogada Mary Elbe Queiroz e a presidente da ABRh, Ana Karla Cantarelli.

Espero que vocês curtam esta nova edição. Muito obrigado aos personagens, articulistas e colunistas.

Drayton Nejaim
Publisher da Editora Negócios

Beto Lago
Editor-Executivo
betolago@editoranegocios.com.br

Capa
Negócios PE - 39° Edição

Expectativas na nossa economia

O ano de 2015 foi tumultuado em todos os segmentos da economia brasileira. Os sinais de deterioração do quadro econômico nacional são vistos e analisados diariamente. E, agora, vem uma preocupação sobre o que virá em 2016.

Fui conversar com os conselheiros do LIDE Pernambuco, entidade que congrega algumas das principais lideranças empresariais do nosso Estado. São executivos de grandes e importantes corporações, preocupados com o ritmo da economia brasileira e o que pode afetar no rendimento das empresas nos próximos anos. Tivemos conversas francas, que mostram a real preocupação com o atual momento da economia nacional. As expectativas, as reformas que precisam ser feitas, os desafios de cada setor, a mudança no modelo de gestão do Estado, críticas aos diversos casos de corrupção e sua impunidade.

Todos os entrevistados tiveram o cuidado de dizer que o Brasil é um país que tem jeito. Que precisa de correções. Que precisa de mudanças de rumo, de direção. Que precisa ser levado mais a sério, inclusive pelo próprio empresariado.

A reportagem de capa foi dividida em oito blocos. Ouvindo e analisando dados econômicos, expectativas de mercado, análises sobre o quadro de Pernambuco, terminamos com uma entrevista com o ex-governador e conselheiro de honra do LIDE Pernambuco, João Lyra Neto, que dá uma opinião forte e que virou título da reportagem: “Dilma perdeu a governabilidade”.

A edição da Negócios PE também fez outra entrevista, desta vez com o presidente da Celpe, Antônio Carlos Sanches, que chegou para implantar um novo modelo de gestão na empresa. Destaque também para o perfil do oftalmologista Álvaro Dantas, apresentando o ÍCONE, um moderno centro médico. E também cases da Vectra, Facilit, Wine in Pack e Arla Brasil, além dos artigos especiais e os melhores colunistas da região.

Curtam mais uma edição da Negócios PE. Um abraço!

Beto Lago
Editor-Executivo
betolago@editoranegocios.com.br

Tiragem declarada de 15.000 exemplares desde a primeira edição. Conferida pela 6ª maior empresa de auditoria do Brasil.

Capa
Negócios PE - 38ª Edição

Méritos para a Compesa

O Brasil passa por um momento crítico na sua economia. Não está sendo fácil para as grandes empresas fecharem no azul neste final de ano. E Pernambuco também não é diferente. Estamos vendo o desemprego aumentando em Suape e o Governo anunciando cortes nos investimentos e redução nos gastos para conquistar o sonhado equilíbrio nas contas públicas. Porém, uma estatal vem dando exemplo de gestão nestes últimos anos. Estou falando da Compesa, que foi escolhida pela revista IstoÉ Dinheiro a melhor empresa de saneamento do Brasil.

Mas, antes que o leitor venha questionar o motivo de a estatal ter conquistado uma premiação de destaque nacional mesmo sendo uma das mais criticadas pelo público, é preciso ter um olhar para quem é a empresa. Fundada em 1971 com a missão de levar água e esgotamento sanitário aos pernambucanos, a Compesa está presente em 174 municípios do Estado.

A estatal, que chegou perto de ser incluída na lista das empresas vendidas pelo Estado, começou a dar sinais de vitalidade a partir de 2007, com uma ampla mudança na forma de gerenciamento corporativo. Hoje, o faturamento da Compesa supera a casa de R$ 1,217 bilhão. Somente no período de 2007 a 2014, a empresa investiu mais de R$ 4,2 bilhões, número duas vezes maior que a Prefeitura do Recife investe na cidade em um ano. E estamos falando apenas no desempenho financeiro, sem contar com as boas avaliações na pesquisa na inovação e qualidade, responsabilidade social e governança corporativa.

Conversamos com o presidente Roberto Tavares e com alguns dos seus diretores, responsáveis pela mudança no modelo de gestão. Neste momento de dificuldades econômicas, esta é uma notícia que precisa ser comemorada por todos os pernambucanos.

Outro destaque nesta edição da Negócios PE é a reportagem sobre Tecnologia Educacional. Conversamos com especialistas do mercado privado, apontando acertos e erros no modelo da educação no Estado e municípios. Em destaque, também, a adoção da Robótica nas escolas da Prefeitura do Recife, que premiou os alunos da Escola Rodolfo Aureliano, na Várzea, com o título da Olimpíada Brasileira de Robótica, realizada em Uberlândia, Minas Gerais.

É um sinal de que a educação tem saída e pode representar uma revolução na vida destas crianças. Uma boa leitura para todos. Curtam mais esta edição da Negócios PE.

Tiragem declarada de 15.000 exemplares desde a primeira edição. Conferida pela 6ª maior empresa de auditoria do Brasil.

Beto Lago
Editor-Executivo
betolago@editoranegocios.com.br

Capa
Negócios PE - 37ª Edição

A vez do empreendedorismo social

A edição da Negócios PE deste mês traz duas reportagens bem interessantes. A matéria de capa conta a história do administrador de empresas Fábio Silva, que virou “o cara” no comando da ONG Novo Jeito e da empresa Fábrica do Bem. Ele, que vem de uma família que atua na área odontológica, mudou o rumo profissional, entrando no mundo do empreendedorismo social, que vem crescendo a cada ano neste Brasil tão cheio de problemas. A busca de Fábio Silva é aumentar o número de voluntários no País. Enquanto que nos Estados Unidos, de cada dez pessoas, oito participam de trabalhos sociais, no Brasil apenas uma entre dez está engajada em alguma ação.

Outra reportagem interessante mostra a história de Carlos Pereira, um analista de sistemas que criou o aplicativo Livox com o anseio de entender melhor os desejos de sua filha, Clara, que tem paralisia cerebral em conseqüência de um erro médico durante o parto. Premiado na ONU e no BID, o app mudou a vida de famílias que têm pessoas com deficiências em todo o mundo. Já tem uma parceria com o Google e investimentos através do Programa SAP Expoente e Endeavor, que abrirá a porta para novos aplicativos. Não é à toa que a Liga Árabe fechou uma parceria com a empresa de Carlos Pereira para levar o aplicativo a mais de 20 países e 400 milhões de pessoas.

Temos, também nesta edição, uma entrevista com o secretário de Turismo da cidade do Recife, Camilo Simões. Ele fala com entusiasmo dos novos projetos que vão surgir nos próximos meses, mantendo o canal aberto com o segmento, e afirma que o Aeroporto dos Guararapes é o favorito na disputa pelo hub da TAM.

O Shopping Tacaruna completa 18 anos e entra em sua fase de maioridade como um case nacional, conquistando uma maturação em um prazo bem menor que o normalmente visto. Mesmo com o difícil momento econômico do País, o setor de shopping centers não para de crescer e a expectativa do Tacaruna é de ter um volume de vendas de quase R$ 1 bilhão em 2015.

Nesta edição, também, trazemos matérias com o novo diretor regional da Dotz, o pernambucano Carlos Magno; o crescimento da AB Telhas, que tem o comando de Nelson Benevides; e os temperos Kook, da Mercato, dos irmãos Bruno e Gustavo Accioly, que se transformaram em mania no mercado. E tem ainda as reportagens com Alysson Ramalho, o homem no comando da Sobrancelha Design, e os 10 anos da Faculdade de Saúde de Pernambuco. Curtam mais esta edição da Negócios PE!

Beto Lago
Editor-Executivo
betolago@editoranegocios.com.br

Tiragem declarada de 15.000 exemplares desde a primeira edição. Conferida pela 6a maior empresa de auditoria do Brasil.

Capa
Negócios PE - 36ª Edição

Um voto de confiança

A indústria da construção civil em Pernambuco é, tradicionalmente, na matriz econômica contemporânea do Estado um dos motores da economia representando uma parcela significativa do PIB estadual. Ela impulsiona uma vertical de negócios importante e que hoje, a exemplo de outros setores que trabalham fundamentados em ofertas que produzem compromissos de médio e longo prazo para a sociedade, sofre de maneira aguda com a crise de confiança que afeta o país.

Mas se por um lado o Brasil vive um momento de aguda transparência com a descoberta e a discussão de situações extremas de corrupção e mau uso do dinheiro público, por outro encara um momento de amadurecimento democrático e de busca por novas alternativas para o crescimento. Aos poucos o país vai entendendo que o fato de termos instituições sólidas, apesar da jovem democracia, e que cumprem de maneira exemplar a sua função, como o Ministério Público, a Policia Federal, o Judiciário e a Mídia asseguram aos olhos do Mundo, o mínimo necessário de credibilidade para manter um razoável nível de investimentos externos no país, num período de vacas magras como esse, cerca de 60 bilhões de dólares ao ano.

Pernambuco particularmente não desacelera na mesma velocidade do país. Passamos por um período virtuoso de crescimento com a chegada de investimentos estruturadores. E a liquidez ainda existe por aqui. Lógico que a racionalidade para o exercício da compra e do consumo foi acentuada, principalmente com o Banco Central elevando mais uma vez a taxa de juros como uma ferramenta para conter a inflação. Esse é um cenário que exige das empresas mais esforço para ganhar o mesmo dinheiro, mas está longe da agonia de outras crises que já passamos.

Temos alternativas, temos ofertas atraentes, temas liquidez. Como o mercado está acirrado quem souber comprar agora vai fazer um ótimo negócio.

E valorizar o seu patrimônio, porque em um ano voltamos a crescer.

A 3ª edição da Negócios PE Casa & Construção é uma prova objetiva de que o mercado está aceso, atento e, apesar da retração, cheio de amor para dar.

Que venda o melhor!!!!


Drayton Nejaim
Publisher

 

Aprendendo com a crise


“Não podemos nos dar ao luxo do imobilismo. Tudo é de urgência. O governo precisa agir rápido”. Quem diz isso é o presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias e presidente do Conselho da MRV Engenharia, Rubens Menin. Esse é o perfeito olhar que o empresário da construção civil precisa ter neste momento de dificuldades, de incertezas na economia nacional.

O Governo Federal precisa começar a passar um clima de mais confiança, e até mesmo de responsabilidade, para que o setor que mais gera renda e emprego no País não sofra prejuízos. Até abril, a poupança acumulou saques de R$ 29 bilhões e tem projeções que apontam, caso o ritmo continue assim, de chegar ao final de 2015 com uma saída líquida de R$ 75 bilhões. Isso seria 60% do financiamento imobiliário feito em todo o ano de 2014, de R$ 112 bilhões.

Para tentar reverter este quadro, algumas ações foram apresentadas, como o aumento do crédito à casa própria, liberando os bancos a utilizarem R$ 22,5 bilhões dos depósitos da poupança e a linha de crédito junto ao FGTS para os pró-cotistas. Pouco? Acredito que sim, ainda mais pela necessidade de reaquecer um segmento que vive essas incertezas após a Operação Lava-Jato e os cortes pesados no orçamento da União, atingindo projetos estruturadores como o PAC e o Minha Casa, Minha Vida.

Mas, ao trazer o olhar para Pernambuco, o momento não é visto com tamanha preocupação pelo setor. A chegada da Fiat ao Litoral Norte do Estado pode servir como contraponto ao desaquecimento em Ipojuca e aos problemas com a refinaria e o estaleiro em Suape.

O mercado imobiliário está se ajustando. Os preços dos imóveis tendem a manter ou até mesmo a cair de preço. Quem precisa comprar, vai buscar a melhor forma de adquirir sua casa própria. Quem fugiu do mercado foi o especulador, o grande responsável pelo salto nos valores dos imóveis. Não é à toa que Recife é a quarta cidade com o metro quadrado mais caro do País.

O Governo Federal precisa criar novos mecanismos para manter aquecidas as construtoras, irrigando o programa Minha Casa, Minha Vida, que pode dar um fim ao déficit habitacional do País. Quem sabe, não chegou a hora de se pensar em uma política habitacional? O momento pode não ser favorável, como alguns anos atrás, mas quem souber aproveitar as oportunidades para crescer terá mais gás no momento que a situação virar, como disse Rubens Menin, logo no início deste texto.

Crises não são eternas. Esta veio e vai embora, assim como aconteceu com todas as outras. Precisamos acreditar e trabalhar para sair deste momento.


Beto Lago
Editor-Executivo
betolago@editoranegocios.com.br

Capa
Negócios PE - 35ª Edição

Queridos amigos

A Negócios PE convida o leitor para a discussão com algumas das mais importantes lideranças do setor de energia em Pernambuco, alguns deles reconhecidos no país. Energia hoje é o grande gargalo. Faltou planejamento. Faltou responsabilidade. Mas sobram explicações. Energia é um ativo estratégico. Tocou fortemente o bolso de consumidor. É um entrave hoje a taxa de crescimento da economia. Se crescermos muito não teremos energia para suportar o crescimento. Ouvi esse diagnóstico do ex-ministro da pasta, José Goldemberg, no dia 26 de março, em São Paulo. O editor executivo da revista, Beto Lago, foi fundo no assunto.

Beto também construiu o perfil nesta edição de um empresário que merece o nosso reconhecimento. José Henrique Figueiredo, presidente do Grupo Pedragon, tem uma trajetória profissional rica em experiências. E contou com exclusividade para a NPE. Além dele, Paulo Drummond presidente da Vivix, e Francisco Oliveira, empreendedor do Aeródromo Coroa do Avião também deram o ar da graça por aqui.

A Itaguari transportes também nos honra nesta edição, investindo em mercado de maior complexidade para melhorar sua margem. Os irmãos Neemias e Suzane, meus velhos amigos, contaram a Beto Lago porque fizeram esta opção.

Temos também a honra de prestar uma homenagem uma marca que faz parte da história empresarial de Pernambuco, a Fratelli Vita, indústria de refrigerantes que marcou época em Pernambuco. O resumo dessa belíssima história contada em detalhes no livro “A História da Fratelli Vita no Recife”, de Gustavo Arruda, você lê aqui com exclusividade.

Trazemos por fim, na capa inversa a 4a edição do Pernambuco Saúde, um guia seletivo e altamente útil para diferenciar o joio do trigo na competitiva oferta de fornecedores do setor médico-hospitalar do Estado. Muito obrigado aos médicos parceiros que nos honram nesta edição.

Ao leitor que torce, acompanha a trajetória e vibra com a Negócios PE, meu beijo no coração.

Drayton Nejaim

Capa
Negócios PE - 34ª Edição

Um novo ciclo

2015 é o início de um novo ciclo para o Brasil, para Pernambuco e também para a Revista Negócios PE.

Para o Brasil o ano começa lento. Com a presidente Dilma reeleita tentando estancar a crise do Petrolão, cheia de desdobramentos. E tentando justificar ao mercado que a presidente da estatal, Graça Foster é 100% inocente. Como se fosse possível isso ser defendido. Não é. Não duvido que a presidente Dilma seja uma pessoa decente e que acredite na inocência de dona Graça. Mas os recados para o mundo não podem ser resolvidos pela afeição e confiança de duas comadres. Sinceramente espero que ao lerem este texto, Foster e toda a diretoria da Petrobras tenha sido demitida. Quem não cair por roubo deve cair por incompetência para dirigir com austeridade uma empresa pública e de capital aberto. No mínimo, por omissão. Em qualquer grande organização no mundo essa medida já teria sido tomada.

Ainda no Brasil, o desafio de Levy “Mãos de Tesoura”, novo Ministro da Fazenda, de ter a autonomia necessária para corrigir os rumos da economia através de um choque de austeridade nos gastos públicos, sem a ingerência da sempre gerente, presidente Dilma. Mesma preocupação que tenho em relação ao novo Ministro do Desenvolvimento, competente articulador, senador Armando Monteiro Neto. É a pessoa certa no lugar certo. E temos a sorte de ser Pernambucano. Só não sei se o momento é o momento certo para Armando fazer tudo que sabe e pode. Vamos torcer por ele, inclusive para que o BNDES seja mantido em sua pasta.

No plano estadual, estampamos a capa com o Governador eleito Paulo Câmara. Jovem e competente gestor público, acostumado com regras, meritocracia, contratos e projetos. Terá que amadurecer no carbureto para uma arte de difícil domínio, a política. E terá que fazer isso exercendo o mais importante cargo público do Estado. Esse desafio precisará ser enfrentado já no primeiro ano. Paulo é filho de uma nova política, uma política que não se esquece da responsabilidade sobre a gestão pública por um minuto sequer. Vamos torcer para que seja compreendido e apoiado na sua missão.

E por fim a Negócios PE que começa o ano com uma importante mudança. Depois de seis anos como editor executivo da revista, coloco no exercício dessa função o jornalista Beto Lago. Coloco porque confio e respeito. E também porque graças a excelente aceitação da revista, nossos desafios como uma editora crescem a cada ano. E preciso estar atento e vigilante para junto com Daniel Asfora e Rosy Mendes, sócios dessa empreitada, seguirmos trilhando um caminho virtuoso. E todo caminho virtuoso precisa de planejamento. Continuarei assinando o editorial, agora apenas na condição de diretor executivo, e assinando a Coluna Mundo Empresarial em companhia do meu braço direito, jornalista Gisela Pitanga.

Por fim, não poderia deixar de registrar o nascimento de um novo produto da Editora Negócios, o Guia das Empresas de Tecnologia da Informação, um guia setorial que cumpre o responsável papel de conectar e informar de maneira útil a comunidade empresarial de Pernambuco.

Um Ano Novo abençoado e um beijo no coração de todos. Que venha 2015!

Drayton Nejaim
Diretor e editor executivo
drayton@editoranegocios.com.br

O que esperar de 2015?

O ano de 2015 promete ser um dos mais complicados em termos econômicos. A grande maioria dos empresários, economistas e políticos acredita que o período será de muita cautela e de uma nova mentalidade de gestão, com fortes ajustes na política econômica.

Será o segundo mandato da presidenta Dilma, que terá a missão de conduzir melhor o caminho de todos os brasileiros. E, pela primeira vez, Pernambuco terá um gestor no comando do Palácio do Campo das Princesas. Um administrador que não tem a veia política no sangue, mas que nos últimos oito anos esteve ao lado do ex-governador Eduardo Campos no comando da gestão estadual.

Auditor do Tribunal de Contas do Estado, Paulo Câmara foi secretário de três pastas (Administração, Turismo e Fazenda). Ele assume com o apoio de quase 70% da população, superando na eleição o empresário e hoje ministro de Dilma, Armando Monteiro Neto. O novo governador vai encontrar dificuldades nestes primeiros anos de mandato.

Se por um lado Pernambuco está conseguindo se ajustar na Lei de Responsabilidade Fiscal, terá pouco mais de 10% da receita estimada em 2015 para promover obras nas cidades. Para as grandes obras, precisará do apoio da bancada pernambucana no Congresso Nacional e um melhor alinhamento com a presidenta, adversária no último pleito. E tudo isso sem o seu “padrinho e orientador”, Eduardo Campos, morto em um acidente de avião em agosto último, durante a campanha presidencial.

A Revista Negócios PE conversou com diversos empresários e executivos do Estado. Claro que existe a preocupação com o rumo econômico que será dado a Pernambuco nos próximos anos. A expectativa de um início de 2015 complicado é quase que um mantra entre eles, mas acreditam que a presença de um “governador-gestor” pode ser o diferencial no melhor trato com os problemas do Estado e, principalmente, no relacionamento com o empresariado local.

Na entrevista para a Negócios PE, Paulo Câmara fala em trabalho e otimismo. Acredita que “por apresentar bons projetos, por saber aplicar bem os recursos e fazer as entregas”, Pernambuco deverá manter o patamar de crescimento. Isso é o que acredita o novo governador. Isso é o que esperam empresários, executivos e economistas. E os mais de 9 milhões de pernambucanos.

Beto Lago
Jornalista-chefe
betolago@editoranegocios.com.br

Capa
Negócios PE - 33ª Edição

Uma questão de justiça

Observei com muita atenção a repercussão do prematuro desaparecimento do ex-governador Eduardo Campos na mídia estadual e nacional. E constatei que pouco ou nenhum foco havia sido direcionado ao registro da dimensão do presidenciável pernambucano como empreendedor e gestor público de valor. Isso para mim soou como uma oportunidade para inserir a Revista Negócios PE no contexto e registrar, com coerência jornalística e ineditismo póstumo, a liderança organizacional de Eduardo Campos, fator fundamental para que seus resultados à frente do Governo de Pernambuco fossem impactantes e o credenciassem a ser uma esperança nacional, um líder a quem todos no Brasil paravam para escutar.

Eduardo não era perfeito. Mas perseguia a perfeição de maneira admirável. Não era santo. Mas ninguém é. Dedicou seus dois mandatos como governador a mudar os parâmetros de desenvolvimento de Pernambuco. E mudou. Mudou de maneira contundente. Inquestionável. E construiu nesse ciclo um ambiente de otimismo, devolvendo a autoestima ao pernambucano. Pernambuco virou a bola da vez. Eduardo também era a bola da vez.

A morte de Eduardo espalhou o luto. Todos de luto pelo trágico desaparecimento de alguém que encarnava a esperança num Brasil melhor com tanta autoridade. Pernambuco, particularmente, perdeu um líder nacional já reconhecido internacionalmente. Essa perda deixa nosso Estado menor. A capacidade intelectual de Campos, seu carisma pessoal e postura empreendedora nos enchiam de orgulho. Envaideciam os pernambucanos. Eduardo colocou Pernambuco na vitrine pelas suas virtudes e não por suas fraquezas. Era o nosso estadista que queríamos dividir com o Brasil. E ele ia chegar lá. Por mérito.

Esta edição especial é um registro histórico para que todos se lembrem de Eduardo Campos também como um grande realizador organizacional, um líder empreendedor, o CEO de um Estado chamado Pernambuco, cuja obra e seus reflexos estão descritos com enorme competência pelo jornalista- chefe da revista, Beto Lago, e pelos articulistas da edição, o governador João Lyra, o prefeito Geraldo Julio, a economista Tania Bacelar e o professor Aurélio Molina. A todos, o nosso muito obrigado.
Eduardo, descanse em paz com o respeito e a admiração do seu povo.

Drayton Nejaim
Diretor e editor executivo
drayton@editoranegocios.com.br

 

Saudade do Futuro

Recebi o convite do jornalista e amigo, Drayton Nejaim, fundador e editor executivo da Revista Negócios PE, e aceitei a missão de ser o jornalista-chefe desta publicação. Um desafio e tanto na minha arreira. E logo como primeiro teste uma edição especial sobre o gestor Eduardo Campos. Foi um dos trabalhos mais envolventes que realizei nestes mais de 20 anos como jornalista profissional. Não apenas por fugir dos assuntos que venho trabalhando nestes últimos anos – política e esportes. Mas por descobrir um lado do ex- governador e candidato à presidência da República que não conhecia com profundidade, o de gestor público.

Foram várias entrevistas com secretários de Estado, presidentes de empresas públicas, economistas e políticos. Análises de dados e gráficos. Conversas com outras fontes para tentar, nesta edição especial, apresentar o empreendedor Eduardo Campos. Sobre o político, sobre o pai de família, todos conhecem bem. Mas, somente alguns tiveram a oportunidade de ter o contato com o gestor que gostava de cuidar do serviço público. Os números oficiais mostram que Pernambuco deu um salto considerável em todas as áreas vitais. Economia, investimentos, saúde, segurança, educação. E, em todas as decisões e ações, a visão estratégica de Eduardo Campos se fez presente. Determinado e obstinado, Eduardo Campos deixou um legado no modelo proposto e executado de gerenciar o Estado. Este modelo trouxe eficiência para o planejamento e para a gestão orçamentária. E respondeu pelo eco do seu Governo no Brasil e no exterior.

Nos poucos encontros que tive, em eventos sociais ou esportivos, Eduardo sempre se mostrou uma figura de conversa franca e aberta. De uma perspicácia impressionante. Colocasse qual fosse o assunto na mesa, estava pronto para o debate. Sempre sorridente, olhava direto para o personagem que fazia uma pergunta. Para intimidar? Nada disso, apenas por respeito a pessoa. E poderia ser um jornalista ou um homem do interior. Tratava do mesmo jeito.

Pernambuco não perdeu apenas um grande político, que seria, como frisou o economista Jorge Jatobá, em um futuro próximo o presidente da República. O Brasil perdeu um político que sabia empreender e, que poderia mudar o jeito de se governar um país com tamanhas desigualdades sociais e econômicas. Eduardo Campos fará falta. Como um político com especial habilidade para empreender e gerenciar. E pude comprovar isso nas conversas com nossos entrevistados. Para eles, agora é conviver com essa “Saudade do Futuro”, onde algo diferente poderia ter sido pensado para este Brasil.

Beto Lago
Jornalista-chefe
betolago@editoranegocios.com.br

Capa
Negócios PE - 32ª Edição

Usando seu tempo da maneira certa

Escolhemos como matéria de capa para a edição 32, um empreendedor politicamente correto: ele constrói o seu negócio levantando a bandeira da mobilidade urbana. Ângelo Leite, sertanejo de Petrolina e criado em Santa Maria da Boa Vista, é um ótimo exemplo de superação, disciplina e atitude empreendedora.

Aliás, o termo “atitude empreendedora” é recorrente nesta edição. Temos outro caso importante de uma empresa que cresce em velocidade cruzeiro, a Segsat, companhia que se especializou em rastreamento veicular, e cujo caminho evolutivo vai chamar a atenção dos leitores.

Conosco ainda duas trajetórias de empresas em mercados bem diferentes, a Pontestur e a Becorel, lideradas pela segunda geração de gestores, Paulo Guilherme Pontes e Fabio Luna, que empreendem o crescimento em mercados com taxas de crescimento respeitáveis, o turismo e a beleza.

A revista traz ainda um perfil muito original, Roger de Renor, um líder multicultural vitorioso e cuja identidade com Pernambuco merece o nosso aplauso. E oferecemos ainda uma entrevista esclarecedora com um gestor público de alto nível, o secretário de Administração e Gestão de Pessoas da Prefeitura da Cidade do Recife, Marconi Muzzio. E dentro do ambiente de valorização da cidadania, abrimos a publicação conhecendo o pensamento para o Estado do candidato ao Governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto.

Dentro da lógica de inspirar nossa comunidade, proporcionamos ainda o caderno especial com as Melhores Práticas Empresariais, um esforço bem sucedido para ofertar exemplos positivos de condutas vencedoras. E na segunda capa temos a segunda edição do Anuário Consultores.

A revista está excelente, amigo. Eu prometo uma ótima leitura!

Drayton Nejaim
Diretor e editor executivo
drayton@editoranegocios.com.br

Capa
Negócios PE - 31ª Edição

Um retrato de Pernambuco

Esta edição vem inserida num contexto de desenvolvimento regional e gestão pública.

Mantendo a tradição de “sair do quadrado”, oferecemos como matéria de capa um estudo inédito e útil para medir a temperatura do Estado sobre um tema que já não deixa ninguém indiferente, a governança corporativa. Um assunto tratado com a metodologia do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa e coordenado pelo Núcleo de Governança Corporativa de Pernambuco, formado por um time de primeiro nível e liderado por Antonio Jorge Araújo e Elane Cabral. Imperdível!!!

Também trazemos, no início desta revista, um artigo exclusivo do candidato ao Governo de Pernambuco, Paulo Câmara, que nos oferece um resumo do seu olhar de longo prazo. Para a próxima edição convidaremos o senador Armando Monteiro Neto para ocupar o mesmo espaço, e abordar a mesma temática.

Temos ainda cases de empreendedorismo e gestão que vão inspirar o leitor. O da Procenge, uma empresa com mais de quatro décadas, que viveu vários ciclos e busca adotar os princípios de governança corporativa na prática. A Embraloc, que surfou na onda do desenvolvimento, consolidou um nicho de atuação e busca um parceiro investidor para intensificar seu crescimento. E a Aporte Comunicação, agência de publicidade que entra no hall das maiores do Estado, condição que lhe impõe novos desafios.

Oferecemos ainda uma detalhada entrevista com o secretário de Administração de Pernambuco, Décio Padilha. Assim como uma mini-entrevista com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Caruaru, Erich Veloso. E o perfil do novo presidente executivo do Banco Gerador, Ademir Cossielo.

E para colocar a cereja no bolo, a reestreia do espaço dedicado ao turismo de negócios, ocupado pelo Recife Convention & Visitors Bureau, e uma estreia de peso: a coluna Porto Marinho, com as reflexões de uma das mais oxigenadas mentes dedicadas a Pernambuco, o intelectual e homem público Cláudio Marinho. Por fim, nosso imbatível time de colunas e colunistas, e articulistas que vão expandir a nossa mente. Eita, me empolguei... sempre me empolgo...

Boa leitura!

Drayton Nejaim
Diretor e editor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 30ª Edição

Meu editorial

Uma edição super especial

Uma data de aniversário é sempre um momento de recordar coisas boas e ter lembranças positivas. A revista Negócios PE, em seis anos, construiu uma marca, uma reputação e um portfólio de produtos. Montou uma equipe, estruturou uma operação e desenvolveu um mercado.

Acredito que nosso trabalho ganhou relevância e por isso a hora é de atenção redobrada e de buscar a humildade como fonte de perpetuação para esse bom resultado.

Quebramos nesse período paradigmas importantes, e eles são visíveis. Nesta edição de número 30, estamos comemorando um fato: a comunidade empresarial de Pernambuco assimilou a necessidade de ter um veículo como a revista Negócios PE. E isso é mais importante do que qualquer outra coisa. Ter um propósito e sentir que ele foi legitimado por todos com quem interage. A revista Negócios PE em significância para o ambiente de negócios que se interessa pelo Estado. Isso é uma conquista.

E dividimos essa conquista com o mercado publicitário, concorrentes, anunciantes, fornecedores, personagens, sócios (Daniel Asfora e Rosy Mendes, muito obrigado), colaboradores, ex-colaboradores e, principalmente, nossos leitores. Todos são fundamentais para manter a “chama acesa”.

E para não perder a essência, esta edição especial registra uma grande parte do cases e líderes que passaram pelas páginas da publicação. E, mais uma vez, quebra o recorde de páginas e de anunciantes.

Então, somente podemos agradecer. E buscar a serenidade para continuar fazendo um trabalho relevante, afinal, esse é o legado da vida, a relevância que construímos para o ambiente enquanto estamos por aqui.

Por último, e não menos importante, um agradecimento especial a minha família. Minha mulher, Sophia Lins, também um exemplo de empreendedora bem sucedida, meus filhos queridos, Gustavo e Gabi, minha vó Dona Santinha (com 100 anos), minha tia Lilian Bandeira de Melo (que me adotou após o falecimento de minha mãe) e minha madrinha Lica, a quem devo muito.

E pedir proteção a Ele, o maior de todos. Um feliz 2014 para aqueles que vibram com a revista Negócios PE.

Drayton Nejaim
Diretor e editor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 29ª Edição

Mais um orgulho

A matéria de capa desta edição enfoca a trajetória de Silvio Meira, um personagem nacional.  Registramos sua vida profissional e, por trás dela, o passo a passo da ascensão do Recife ao lugar de polo de tecnologia respeitado no Brasil e conhecido no mundo.

Apuramos também uma entrevista relevante para quem deseja compreender Pernambuco do ponto de vista de sua matriz energética. Ouvimos o competente secretário executivo de Energia, Eduardo Azevedo.

Oferecemos ainda casos empresariais instigantes como o da distribuidora de medicamentos Drogafonte, do Instituto de Olhos do Recife (IOR) e da Twenty Six trade, empresas de segmentos distintos que não estão expostas na mídia escrita e que oferecem lições importantes para quem está sintonizado com empreendedorismo e gestão. Também publicamos, com exclusividade e pela segunda vez, estudo da Deloitte sobre o perfil de remuneração dos executivos em Pernambuco e na Região, um balizador que serve de bússola para as empresas do Estado e do Nordeste.

Também temos a estreia da coluna Ambiente LIDE e a despedida da coluna Lá Fora, tão bem escrita pela jornalista e executiva Raquel Cavalcanti. À competente Raquel, nosso muito obrigado. Para completar, nossos articulistas nesta edição trazem informação de primeira, capitaneados pelo secretário de Planejamento e Gestão do Governo de Pernambuco, Frederico Amâncio, que volta à revista da qual já ocupou a capa.

No 6º Anuário de Advocacia, na capa invertida, e cuja temática tradicional é o universo jurídico, oferecemos um conteúdo relevante, como a reportagem sobre recuperação judicial, uma matéria com os resultados do TCE para a sociedade – escrita pelo jornalista Inaldo Sampaio – e um texto que registra a vida e a obra do advogado Flavio Queiroz Cavalcanti, além de uma entrevista com a vice-presidente da OAB-PE, Adriana Rocha, e do caso empresarial do site de cursos para concursos euvoupassar.com.br.

Uma excelente leitura.

Drayton Nejaim
Diretor e editor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 28ª Edição

Uma edição especial

Quando decidimos editar uma segunda edição da Negócios PE Especial, voltada ao ambiente de Casa & Construção, sabíamos que teríamos um desafio grande à frente, editorial e comercial.

Há três anos, com a revista ainda muito jovem, decidimos fazer nossa primeira incursão e fomos bem-sucedidos. Entretanto, naquela ocasião, todos os textos foram produzidos apenas por mim. Nesta, sabíamos que, para superar o que já havíamos realizado, precisararíamos de reforço. E fomos buscar Viviane Barros Lima, uma jovem e competente jornalista que atuou durante uma década no Jornal do Commercio, boa parte desse período cobrindo o setor imobiliário.

Viviane redigiu com esmero e enorme dedicação 16 dos 21 textos que ilustram esta edição. Textos que têm o DNA da Revista Negócios PE, com conteúdo exclusivo, independente e analítico, extraído na sua absoluta maioria de personagens que não estão na mídia impressa do Estado no seu dia a dia. A Viviane, que, junto comigo, assina esta edição, o meu muito obrigado.

Além dos textos que discutem tendências, oportunidades e problemas reais do desenvolvimento, buscamos opiniões diversificadas e qualificadas. Queremos agradecer por elas ao secretário de Segurança da cidade do Recife, Murilo Cavalcanti, aos presidentes da Ademi, Crea e Sinduscon, Eduardo Moura, José Mário Cavalcanti e Gustavo Miranda, ao arquiteto, paisagista e conselheiro do CAU Luiz Vieira e ao especialista em marketing imobiliário e publicitário Márcio Quirino.

Esta edição, de número 28, está riquíssima. O conteúdo produzido sobre a cena imobiliária é amplo, aprofundado, e remete à reflexão sobre os caminhos do desenvolvimento ao qual Pernambuco está submetido. Útil para ampliar a sensibilidade dos gestores públicos, da cadeia produtiva enfocada e, principalmente, da sociedade organizada que sofre as consequências do desenvolvimento urbano.

Mas além do conteúdo editorial existia um desafio comercial. E ele foi afiançado pelo diretor comercial da editora, o publicitário Daniel Asfora. Foi ele o responsável por enxergar o momento adequado de empreendermos e provocarmos esta cadeia produtiva. O resultado, sob esse prisma, poderá ser avaliado ao longo da edição. A Daniel Asfora e sua equipe o crédito pelo resultado comercial obtido.

Feitos os devidos reconhecimentos, é preciso dar as boas-vindas ao professor Luís Carvalheira, especialista na história do empreendedorismo de Pernambuco. Tudo a ver com o trabalho que desenvolvemos. A partir desta edição, ele se torna nosso colunista, assinando o espaço Retrovisor.

Uma ótima leitura a todos.

Drayton Nejaim
Diretor e editor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 27ª Edição

Respeito ao seu tempo

Esta edição de número 27 confirma a principal diretriz do nosso trabalho: oferecer conteúdo analítico e relevante sobre gestão e empreendedorismo em Pernambuco através de personagens que não estejam “batidos” pela mídia.

Para confirmar esta premissa, trazemos reportagens com executivos pouco encontrados nos jornais, revistas e meios eletrônicos. Gente como o empresário da holding Agemar, Manoel Ferreira Júnior, que construiu um negócio com alto grau de diversificação, tendo como eixo de ligação a atividade logística.

E o CEO do Grupo Ser Educacional, Janyo Janguiê Diniz, um profissional que evita holofotes e para quem o dia parece ter 48 horas. Um soldado dos objetivos organizacionais do grupo construído por seu irmão, José Janguiê.

A matéria de capa faz justiça a um dos grandes nomes do empreendedorismo do Estado: Luiz Otávio Koblitz, um engenheiro que se fez respeitar no País através do conhecimento e das vitórias obtidas no setor de energia.

Outro personagem marcante da cena empresarial do Estado é o presidente do Conselho de Administração da Cia. Excelsior de Seguros, Luciano Bivar, competente nos negócios, vitorioso como dirigente esportivo e articulado politicamente. Ele, que tem uma conduta low profile, ilustra o nosso perfil.

Entrevistamos ainda o novo presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD-Diper), o fazendário Roberto de Abreu e Lima, que assume o protagonismo na captação de investimentos privados para o Estado.

Para fechar com chave de ouro, um texto que retrata a distribuição dos negócios de uma das mais estruturadas imobiliárias do Recife, a Moradasol, e como a empresa se organizou no entorno de seus sócios, que têm talentos complementares.

Além desse super conteúdo, um time de articulistas que nivelam por cima o valor do seu tempo, e o oportuno reforço da respeitada jornalista, Viviane Barros Lima, que passa a assinar a coluna Mercado Imobiliário.

Uma ótima leitura.

Drayton Nejaim
Diretor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br


Erramos
Em nota na edição.26 afirmamos que a Kroma possui em seu portfólio de clientes as empresas dos grupos João Santos e Raymundo da Fonte e o Estaleiro Atlântico Sul. Erramos. Estas empresas, na verdade, são exemplos de empresas situadas em Pernambuco que optaram pelo mercado livre do consumo de energia, mas não são clientes da Kroma.

Capa
Negócios PE - 26ª Edição

Mais uma edição com musculatura

Nobres amigos, leitores e torcedores do projeto Negócios PE, a edição 26 está fantástica sob a ótica da relevância do conteúdo, do volume de anunciantes e do lançamento superbem-sucedido do Anuário Consultores, que em sua primeira edição conseguiu a extraordinária adesão de 45 empresas.

A matéria/entrevista de capa é ampla e instigante, com o general manager da Coca-Cola Guararapes, Marcelo Mayer, um jovem de apenas 34 anos, comandando uma das unidades mais bem-estruturadas da companhia no mundo, com faturamento na casa do bilhão de reais.

Igualmente relevante foi a conversa com o diretor regional do Grupo D’Or, Alexandre Loback, um gestor de saúde maduro, como mostram as ações e os resultados que obteve liderando o Hospital Esperança nos últimos cinco anos.

Temos também o registro de uma das mais belas trajetórias empresariais da vida contemporânea do Estado, a do empreendedor Américo Pereira, que, em 47 anos de dedicação exclusiva, catapultou a Rapidão Cometa à condição de uma das líderes do mercado nacional de transporte e logística.

A publicação também revela a trajetória da Valox, uma indústria pernambucana de mobiliário corporativo que ficou na terceira colocação entre as 250 empresas que mais crescem no Brasil. Outra leitura envolve a Fishy, uma agência pernambucana full service na internet que respira comunicação digital e busca a nacionalização de seus negócios.

Complementando com vigor a nossa plataforma de informação, apresentamos novos articulistas e o reputado time de colunistas da revista.

Uma leitura espetacular, porque esta edição está demais!

Drayton Nejaim
Diretor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 25ª Edição

Nossa quinta edição

A Apresentação Institucional das Sociedades de Advogados 2012/2013 chega à sua quinta edição com a relevante adesão de 56 escritórios de advocacia. Eles julgaram importante atualizar as autoridades e a comunidade empresarial de Pernambuco com informações envolvendo o capital intelectual, o foco de atuação, a especialidade de cada banca e seus respectivos endereços para contato, além da estrutura disponível para atender os clientes.

Procuramos tratar o leitor desta publicação, consumidor potencial dos serviços oferecidos pelos escritórios de advocacia, com critério que garante credibilidade: o acesso a informação especializada e isenta com densidade, relevância e igualdade de oportunidade para os escritórios que a integram.

O número e a qualidade dos escritórios que participam do projeto ano a ano sinalizam o êxito do objetivo anual da publicação de funcionar como um elemento de aproximação e ferramenta de relacionamento entre os advogados e a comunidade empresarial. Nossos leitores desfrutam do poder nas instituições e organizações em que atuam, são capazes de decidir e fazer a diferença e enxergam neste documento atributos objetivos como isenção, relevância e utilidade.

Em face de expressa orientação da OAB-PE, este trabalho foi concebido em conformidade com o Provimento no 94/2000, do Conselho Federal da OAB, que dispõe sobre a publicidade, a propaganda e a informação da advocacia, tendo sido estabelecidos critérios isonômicos de apresentação, expondo as sociedades em ordem alfabética.

Além das apresentações de cada escritório, trazemos um conteúdo inédito com matérias, entrevista e um estudo de mercado envolvendo o universo jurídico, que valoriza ainda mais este projeto anual.

Por fim, precisamos agradecer a confiança dos escritórios que integram este documento de apresentação institucional e nos honram com a permissão para utilizar suas marcas e divulgar informações profissionais de interesse público.

Um abraço a todos.

Drayton Nejaim
Diretor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

 

Capa
Negócios PE - 24ª Edição

Prezados leitores,

A Negócios PE oferece nesta edição de número 24 alguns contextos empresariais de tirar o fôlego. Exemplos de empreendimentos pernambucanos que fazem sucesso local, nacional e internacional.

Começamos por Suape, na reportagem que detalha os horizontes econômicos do complexo, os cuidados necessários para potencializar sua ocupação e os desafios de ordem política para beneficiar Pernambuco.

Em seguida visitamos indústrias de transformação que estão experimentando um patamar de crescimento nunca visto. Trazemos o caso da metalúrgica Metalshop, por exemplo, empresa pernambucana que cresce competindo com os chineses. Também registramos o caso da Elcoma Computadores, outra indústria local que mira na inovação como o caminho para manter e ampliar sua competitividade. E, finalmente, a Duarte Construções, que capitalizou como poucas a cena abundante de crédito imobiliário vivenciada atualmente pelo Brasil.

Nossa matéria de capa passeia pelo universo empresarial das Baterias Moura, grupo pernambucano que crê e investe na consolidação de sua cultura organizacional como uma variável que agrega valor à marca. A empresa passa por um momento virtuoso da sua trajetória.

Temos ainda a estreia da coluna Espaço Ceplan, um ambiente de registros e comentários sobre os nossos indicadores econômicos com o carimbo da competência do melhor time de economistas de Pernambuco.

Durante toda a publicação, nobre amigo e entusiasta da revista Negócios PE, articulistas inteligentes abordam temas interessantes e, somado ao nosso seleto elenco de colunistas, formam uma equipe para ninguém colocar defeito.

E ao final da revista entregamos a você a segunda parte do caderno especial com empresas que investem em sustentabilidade empresarial e inscreveram- se para usufruir deste espaço.

Uma excelente leitura a todos!

Drayton Nejaim
Editor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 23ª Edição

Conteúdo de primeira

Esta edição, de número 23, é uma das melhores em termos de conteúdo que já produzimos.

Começo pelo final da revista que traz uma nova versão do Relatório de Ações Sustentáveis, formatado agora com o limite de cinco empresas inscritas no projeto que empreenderam ações sociais e ambientais. Elas podem servir de exemplo para a reflexão dos empresários e executivos que leem a publicação e foram responsavelmente apuradas e editadas pela jornalista Gisela Pitanga.

Agora sim, falando da Negócios PE, temos três entrevistas extraordinárias em termos de conteúdo. Personagens de universos empresariais distintos. Os empresários Reginaldo Paes Mendonça e Paulo Perez Machado, e o presidente da ADEMI-PE, Alexandre Mirinda, que faz um balanço de sua gestão à frente da entidade.

Fomos entender também a trajetória da Zipco, uma empresa de origem pernambucana que tem à frente dois jovens empreendedores de apenas 30 anos, Luiz Priori e Fernando Carrilho. A empresa fundada em 2008 pretende faturar mais de R$ 150 milhões em 2012. Entenda como e por que lendo a matéria.

A reportagem de capa contempla o Grupo Bonaparte, comandado por um conquistador de mercados nato, o seu presidente, Leonardo Lamartine. O texto explora dados que comprovam o crescimento continuado da rede, ouve franqueados das marcas Bonaparte e Donatário e mostra os planos de internacionalização no formato fast-food já em 2012.

Imperdível é a matéria que revela a saga empreendedora do presidente da MV Sistemas, Paulo Magnus, um gaúcho pernambucano que desenvolveu uma impressionante capacidade de empreender e se relacionar. Hoje preside uma companhia que se tornou a maior em soluções de gestão para a saúde (ERPs) do país, faturando R$ 110 milhões.
Uma saudação especial ao jornalista Wagner Gil, meu amigo e conterrâneo caruaruense, que passa a partir desta edição a assinar a coluna Agreste Negócios.

A todos os queridos leitores, um fraterno abraço e uma ótima leitura!

 

Drayton Nejaim

Editor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 22ª Edição

Para ler com calma

Chegamos à 22ª edição cheios de fôlego e motivação. Graças a Deus, mais um recorde, agora o de anunciantes numa única revista. Agradecemos a confiança e a crença no veículo.

Trouxemos como matéria de capa uma pesquisa inédita produzida pela C2 Consultoria, que ouviu 1.463 jovens universitários pernambucanos sobre suas expectativas em relação ao mercado de trabalho e aos programas de desenvolvimento das empresas para estagiários e treinees. A relevância desse estudo para o RH das organizações é imensa, pois ele fornece parâmetros para refinar as políticas de atração de talentos em tempos de apagão intelectual. Parabéns à C2 por se especializar no tema e investir numa pesquisa útil e inédita para as empresas do Estado.

Neste número trazemos reportagens com três trajetórias absolutamente distintas de empresas pernambucanas, todas comemorando 15 anos de mercado: a Provider, que construiu uma reputação nacional na área de tecnologia da informação e comunicação e se prepara para abrir seu capital; o grupo educacional GGE, que estruturou sua grade de ensino do fundamental I à pós-graduação com uma proposta de ensino original; e a premiada agência de comunicação Martpet. Matérias que desvendam a essência, as fases e as ações para sustentar o crescimento e superar desafios naturais do mercado.

Chamamos atenção ainda para a reportagem que foca o modelo de atuação da Central de Vendas, uma imobiliária inspirada na visão mercadológica do publicitário Fábio Gueiros e que tem uma proposta de mercado diferente da convencional.

Nossas entrevistas estão densas e relevadoras. Ouvimos o presidente do complexo hospitalar Santa Joana, o médico Eustácio Vieira, um nome de dimensão nacional. Conversamos também com o presidente da Agência de Tecnologia da Informação do Governo do Estado de Pernambuco, Joaquim Costa, sobre os desafios de planejar, dar suporte e oferecer soluções às demandas governamentais.

Temos ainda, como sempre, matérias curtas de abertura, um perfil interessante do executivo Cesar Collier, radicado em São Paulo, e nossas colunas repletas de boa informação.

Só para variar, nesta edição saímos com uma única capa. Na próxima edição, retornaremos ao nosso formato tradicional com duas capas invertidas.

Uma ótima leitura!

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 21ª Edição

Conteúdo útil e inédito

A vigésima primeira edição da Negócios PE representa, de novo, um recorde no número de páginas da revista, 192, o que para nós é um sinal positivo do trabalho empreendido.

Na matéria de capa, publicamos com exclusividade um estudo bianual que serve de parâmetro no Brasil, a Pesquisa de Remuneração Nordeste 2011, produzido pela área de consultoria em capital humano da Deloitte, uma das maiores empresas de auditoria e consultoria do mundo. Recomendo com prioridade a sua leitura.

Neste número trazemos também dois perfis profissionais distintos. Eduardo Gouveia, pernambucano que preside a Multiplus, uma empresa com 96 funcionários e um ano e meio de existência que foi avaliada pela Bovespa por apenas R$ 100 milhões a menos que sua companhia-mãe, a TAM; e Severino Mendonça, um business man pernambucano que confiou na sua capacidade de relacionamento para se tornar um grande empresário.

Outra enorme satisfação é a estreia da coluna Conexão Suape, pilotada pelo experiente e reconhecido jornalista Paulo Emílio, que estará dedicada às notícias do porto que mais cresce no Brasil. Estamos felizes também porque nossos colunistas de comércio exterior, Raquel Cavalcanti, e do universo institucional do Estado, Tonico Magalhães, passaram a assinar colunas com página dupla.

Nosso editor executivo, Drayton Nejaim, nos apresenta também a lógica de mercado de três empreendimentos distintos: a importante agência de comunicação Italo Bianchi, que, pilotada pelo publicitário Alfrízio Melo, completa 40 anos; o Cemitério Morada da Paz, um empreendimento notável; e a Brastex, uma indústria pernambucana que cresce rápido beneficiando resíduos de algodão.

Temos ainda matérias de impacto que envolvem a rede de Farmácias Guararapes e o executivo Bruno Vieira, . Como de costume, contamos com articulistas de peso, como o advogado Francisco Meira e a superintendente do Shopping Tacaruna, Sandra Arruda, entre outros nomes de reconhecida inteligência.

Um agradecimento muito especial em nome da equipe e dos diretores ao ex-prefeito de Caruaru e deputado estadual Tony Gel, que aprovou na Assembleia Legislativa de Pernambuco um voto de aplauso pela passagem do aniversário de três anos da revista Negócios PE. Ao nobre parlamentar, o nosso muito obrigado pela distinção.

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 20ª Edição

20ª edição da revista e o 2º Guia de Saúde

Muito nos orgulha a quantidade de profissionais e empresas que estão presentes nesta edição. Eles confiam cada vez mais na seriedade e penetração da revista junto ao público leitor. O anunciante sabe que o mailing da Negócios PE forma opinião e decide variáveis ligadas ao consumo pessoal, familiar e empresarial.

Este ano, o guia de fornecedores qualificados Pernambuco Saúde – 2ª edição, traz como plus duas instigantes reportagens. O “case” da Unimed Caruaru mostra a busca pela excelência empresarial de uma empresa situada no Agreste e num polo econômico importante. Além dele, outra matéria esclarecedora analisa em profundidade os desafios e oportunidades do mercado de turismo de saúde em Pernambuco.

Vamos falar da revista? Começo pela trajetória de aperfeiçoamento nos processos de produção que viabilizaram os sorvetes Zeca’s, como a segunda mais importante marca do segmento no Nordeste. Outro exemplo de empreendedorismo, a partir de Pernambuco, é a EBA Distribuidora. Ela construiu sua reputação atuando em múltiplos canais de venda e focando marcas (L’oréal, Purina, Nestlé) líderes. Acompanhe ainda o Galo Empreendedor, reportagem que estrutura o modelo de negócios do maior bloco carnavalesco de rua do mundo. Nossa capa traz o Porto de Suape, discutido na revista pela primeira vez, um texto didático para elucidar trajetória, conquistas e o futuro desse gigante.

Em nossas entrevistas, ouvimos duas personalidades responsáveis pela gestão de entidades que representam matrizes econômicas do mercado estadual. O presidente da Aspa, empresário Douglas Cintra, que fala dos desafios do setor que congrega atacadistas e distribuidores, e o também presidente de uma inovadora experiência pernambucana em tecnologia Francisco Saboya Neto, do Porto Digital.

Além de tudo isso, colunas e artigos para deixar você informado sobre a vida empresarial do Estado e reinterar o compromisso de divulgar o melhor de Pernambuco com um jornalismo independente, relevante e especializado.

Boa leitura.

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 19ª Edição

Os desafios do Brasil, de Pernambuco e da Negócios PE

Neste início de ano, nosso país vê mais um presidente democraticamente eleito assumir o mandato. Além de pela primeira vez termos uma mulher ocupando o cargo, o Brasil encontra-se num momento ímpar de desenvolvimento econômico, podendo com realismo alimentar a ambição de se tornar uma nação rica e socialmente justa em poucas décadas.

Para nós que fazemos uma revista pernambucana que fala de negócios e empreendedorismo e que comemora nesta edição três anos de existência, é também um momento em que nos sentimos orgulhosos de nossas conquistas. Nesta edição particularmente, com um gosto muito especial advindo dos sinceros e calorosos depoimentos colhidos de leitores, parceiros e personagens, o que muito nos orgulha e dá uma saudavel sensação de objetivos cumpridos.

Nossa satisfação se completa ao percebermos que nossa trajetória se confunde com a profunda mudança econômica e social que o nosso Estado apresenta, especialmente no período em que a Negócios PE nasceu e se consolidou. Assim como o Brasil e Pernambuco, podemos ter a justa ambição e o saudável desafio de nos tornarmos melhores, no registro desse desenvolvimento, como divulgadores do talento e da competência de seus empresários e empreendeores, que são o principal motor desse crescimento.

Esta edição marca também o início de um processo de interiorização geográfica na abrangência de nossas matérias, destacando-se a reportagen com o Centro Diagnóstico Manoel Florêncio, de Caruaru, e a entrevista com o novo presidente da FCDL-PE, Adjar Soares da Silva, empresário com atuação na capital do Agreste.

Como não poderia deixar de ser num início de ano e de novo governo, demos especial atenção às perspectivas e desafios que o crescimento de nosso Estado impõe para 2011, ouvindo economistas como Josué Mussalém, Jorge Jatobá, Tarcísio Araújo e Valdeci Monteiro. Eles nos dão uma perfeita visão do “dever de casa” que precisa ser feito para mantermos o ritmo. Além dos conteúdos destacados, oferecemos ainda matérias e entrevistas com o padrão conhecido pelo leitor.

Esperamos superar os desafios dos próximos três anos com a mesma determinação, humildade e honestidade que usamos para construir o que fizemos nestes últimos. Temos a convicção de que os valores que nos inspiraram nesse caminho são aqueles capazes de conquistar a confiança e a credibilidade de nossos leitores e anunciantes, razão maior do nosso trabalho.

Por fim, o nosso reconhecimento à valorosa equipe que conosco faz a Negócios PE. A comunhão de valores e o compartilhamento dos desafios a que nos impomos são as razões principais de tudo que alcançamos. E para você, nosso leitor, oferecemos o compromisso de lutar para fazer mais e melhor, mantendo nossos princípios de independência, relevância e especialização, os quais aprendemos a cultivar desde nossa primeira edição.

Muito obrigado e boa leitura.

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE: Três Anos de Bons Negócios (19ª Edição)

Obrigado

Três anos é uma data complicada para comemorar. Uma criança não lembraria, mas empreendedores e colaboradores de uma empresa lembram.

Quando pensamos em produzir esta edição, acreditamos que seria um desafio. Era um risco convidar o mercado para um aniversário tão precoce. E se não respondesse? Felizmente respondeu. Fechamos este caderno especial com a adesão de 47 empresas e o depoimento de 70 empresários, presidentes, diretores e consultores. Essa resposta foi entendida como um feedback da vitalidade dos pilares sobre os quais a publicação está fundada, lembrados na capa. Algo como se os nossos personagens e leitores, perspicazes e críticos, torcedores da revista e de seus produtos especiais dissessem: “Vão em frente”.

A hora, então, é de dizer obrigado aos que acreditaram neste projeto. Meu sócio, Omar Aguiar, cuja crença na minha capacidade profissional e decisão de me proporcionar sua amizade sincera me tornou uma pessoa mais forte. Unidos, iremos longe. Omar tem a experiência que eu ainda não tenho. Somos diferentes e, por isso, complementares. Somos iguais, temos valores mais rígidos que a média.

Andréa Carvalheira, nossa designer, que desenvolveu uma linha de comunicação que chama a atenção até hoje. Como as pessoas destacam a beleza da revista. Como o projeto gráfico fez diferença no resultado. Obrigado, Andréa.
Agradecer a Daniel Asfora, jovem publicitário, conosco desde o primeiro dia. Fez de tudo. Amadureceu e cresceu com a revista. Tornou-se conhecido e respeitado pelo mercado. Aguentou pressão. Tornou-se um ótimo homem de marketing e vendas. Dividiu responsabilidades. Este ano torna-se sócio da empresa. Valeu, Dani.

Uma pessoa especial nessa trajetória é Rosy Mendes. Minha amiga antes de vir trabalhar conosco. Responsável, comprometida e competente. Chegou no início e acreditou em nós. Confiança é tudo. Rosy, confiamos em você, obrigado.

E não é só a essas pessoas que preciso agradecer. Outras também responderam por esse momento. Ivaldo Reges, Renata Victor, Chico Barros e Bosco Lacerda, que construíram a reputação fotográfica da revista. Laércio Lutibergue, que nos honra com a sua minuciosa revisão ortográfica. Os jornalistas Arthur Cunha e Gisela Pitanga. Tereza Cabral, que trouxe seu profissionalismo para a base de dados da empresa. Nossos colunistas, Raquel e Tonico. Nossos parceiros de conteúdo, RCVB e Amcham. E a quase todos que passaram pela área de vendas. Muito obrigado.

Por fim, agradecer à minha família (minha mulher, Sophia, e meus filhos, Gustavo e Gabi) ,  de quem, não raro, roubo tempo para escrever. A meus pais, que me educaram para a vida e se foram no ano passado convidados pelo maior de todos, Deus. Obrigado a ele também, o Criador, por este ótimo momento. Obrigado.


Drayton Nejaim
Diretor executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 18ª Edição

Momento de reflexão


A revista Negócios PE consolida nesta edição, de número 18, conquistas importantes que viabilizaram nos últimos três anos para nossa comunidade empresarial uma alternativa de leitura corporativa bimestral, independente e relevante, com apuração criteriosa, densidade acima da média local e DNA pernambucano.

O conteúdo eleito desde o surgimento da publicação tem inspirado boas práticas de gestão, apoiado a quebra de paradigmas empresariais e fortalecido a autoestima dos atores corporativos estaduais. Como consequência, a leitura proporcionada pela revista foi elevada ao posto de referência, sendo, inclusive, regularmente utilizada para estudos nas faculdades em cursos de graduação e pós.

No início desta empreitada, muitos sugeriram que com o tempo não seria possível preservar a qualidade do conteúdo jornalístico e institucional proposto. Hoje sabemos que, além de possível, é sustentável e oportuno oferecer uma revista de negócios analítica com foco estadual e sem dependência financeira específica de governo, entidade ou um pequeno grupo de empresários. Com esse modelo ganham todos e, principalmente, você, leitor.

Outro aspecto precisa ser reconhecido: nossa tiragem e distribuição regular de 15 mil exemplares, auditada por uma das oito maiores empresas do setor no país, volume estabelecido desde o primeiro número da revista. Um mailing construído nome a nome, formado em sua totalidade por empresários, profissionais liberais e gestores públicos e privados, concentrados na Região Metropolitana do Recife e em Caruaru. A força do mailing da revista Negócios PE é reconhecida por nossos anunciantes e personagens e hoje o mercado publicitário percebe esse diferencial de maneira clara, assim como seus clientes.

Por fim, outro componente importante para a aceitação maciça da publicação é o projeto gráfico da NPE, limpo e objetivo, apoiado num planejamento fotográfico que nivela por cima a publicação. Esses atributos, somados ao conteúdo aprofundado, fazem com que a revista simplesmente não seja descartável. Ela circula por muitas mãos qualificadas durante um longo período, o que traz uma enorme exposição para as marcas que nela anunciam.

Essa reflexão sugere que estamos cumprindo nossa missão como veículo: informar de forma qualificada e independente, oferecendo retorno publicitário aos nossos clientes. Simples assim.

A próxima edição será comemorativa. Traremos uma edição especial para colecionadores. Uma boa leitura a todos.

Drayton Nejaim
Editor Executivo
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 17ª Edição

O doce sabor de mais um recorde

Superar resultados tem sempre um doce sabor. Mais ainda quando essa superação corresponde ao reconhecimento dos leitores e anunciantes que constroem o bom resultado da revista Negócios PE.

Pois é assim que nos sentimos. Nesta edição batemos nosso recorde anterior de páginas e, especialmente, de anunciantes. Registro particularmente a nossa satisfação pelo reconhecimento dos meios jurídicos de nosso Estado, em especial dos seus principais escritórios de advocacia. A Apresentação Institucional das Sociedades de Advogados, cuja terceira edição vem publicada nesta revista, consolidou-se como um documento de referência para os empresários e executivos que buscam informação completa e objetiva desse segmento profissional.

Na revista merecem destaque as matérias que abordam a importância das consultorias empresariais e o papel que exercem para o aperfeiçoamento da gestão das organizações. O porquê, o quando e o como utilizá-las foram as questões que desafiaram a inteligência do nosso jornalista-chefe, Drayton Nejaim. Acho que a abrangência da reportagem, que apresenta 16 empresas do setor no Estado, elucida questões importantíssimas relativas a essa difícil decisão organizacional. Vale a pena ler!

E, como de costume, trouxemos exemplos importantes de empreendedorismo, estratégia e busca pela inovação. Assim, mostramos os cases de empresas reconhecidas em seus segmentos de atuação – a Teletáxi, segunda maior do país no segmento, e a Lacomex, que nasceu da disposição de um alto executivo de um grupo empresarial poderoso de começar um pequeno negócio do zero.

Na matéria de capa há uma radiografia importante sobre a virada do turismo em Pernambuco, seus desafios para a consolidação e os executivos responsáveis pelas ações que produziram este bom momento. Também entrevistamos os principais gestores de empresas de atuação nacional responsáveis na Região Nordeste por operações importantes: Kleusner Lopes, da General Motors, e Ricardo Kitamura, da rede paraense de drogarias Big Ben.

Finalmente, convido antecipadamente todos a desfrutar de nossa próxima edição, de número 18, que marcará três anos de presença no mercado local, ocupando um espaço e oferecendo um padrão de informação que, simplesmente, não existia por aqui. A data é algo a mais para nós e pretendemos fazer dela especialíssima para nossos leitores.

É o mínimo para retribuir a confiança e o incentivo que temos recebido.

Boa leitura e até a próxima e especial edição.


Omar G. Aguiar
Diretor executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 16ª Edição

Muito conteúdo

Aqui estamos nós mais uma vez para apresentar esta edição, recheada de conteúdo no melhor estilo da Negócios PE. Começamos mergulhando no universo do gás natural para entender (e explicar) por que essa fonte de energia vem sendo tão incentivada em Pernambuco. Acho que conseguimos.

Estudamos também a trajetória do Grupo Nordeste Segurança, uma das empresas símbolo da estima do Pernambucano, que completa 40 anos de atuação no mercado em plena forma e com seu dever de casa benfeito.

Desvendamos ainda o inquieto mercado de medicamentos manipulados acompanhando a evolução do modelo de negócios da Farmácia Roval, que empreende agora no canal de franchising.

Nossa matéria de capa traz uma reportagem fruto da curiosidade pessoal deste editor de entender o fascinante e sedutor universo do mercado de capitais, mais especificamente da bolsa de valores. Ideal para quem parte do zero. Como eu parti.

Entrevistamos nesta edição o diretor regional da Vivo Operadora, Joaquim Perúcio, que aborda seus trunfos para conquistar um mercado que amadureceu antes da chegada da operadora.

Por fim, e não menos importante, temos a satisfação de estrear mais uma coluna. Institucional será comandada pelo reputado jornalista Antônio Magalhães, que aceitou o desafio proposto por este editor. Obrigado, Tonico, e seja bem-vindo.

A todos uma excelente leitura.

Um agradecimento especial ao vereador do Recife Gilvan Cavalcanti, que através do requerimento nº 365/2010 aprovou um voto de congratulações para o editor desta revista por ocasião da matéria intitulada “Irmãos coragem”, publicada na edição 15 desta publicação. Esse agradecimento é extensivo a todos os membros da Câmara de Vereadores do Recife.

Nossas desculpas ao advogado trabalhista Marcos Alencar, que não foi citado na matéria intitulada “Irmãos coragem” junto dos outros prestadores de serviço de natureza jurídica.

Drayton Nejaim
Editor Executivo / DRT - 3553

drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 15ª Edição

Um novo ano!

Com as energias renovadas por começarmos mais um ano, o quarto em que estamos presentes como veículo de comunicação, não poderia começar este texto sem manifestar a alegria que tivemos com o êxito do lançamento em dezembro último do primeiro livro desta editora. A relevância e o nível dos profissionais que compareceram ao evento Pernambuco Empresarial nos desafiam permanentemente a buscar a qualidade e a criatividade que exigimos de nós mesmos. Parabéns ao nosso editor e autor do livro pela sua enorme capacidade de agregar e pela tenacidade em “fazer bem feito”.

Novo ano e novos lançamentos, a começar pelo Guia Pernambuco Saúde, que acompanha esta edição primorosa. Inauguramos também a coluna Bureau de Negócios, comandada pelo jornalista Thiago Falcão, do Recife Convention Bureau, importante entidade de fomento do turismo que tão competentemente tem contribuído para o incremento dessa atividade econômica em nosso Estado.

Dentro do conteúdo usual de nossas edições, destacamos as entrevistas e matérias. Começamos pela entrevista com Jorge Côrte Real, passando a limpo seu aprendizado como membro de entidades sindicais, presidente da Fiepe no segundo mandato e sua nova empreitada pessoal, a candidatura a deputado federal por Pernambuco.

Outro papo inteligente foi travado com o novo superintendente do Shopping Recife, Luiz Roberto Lacombe, possuidor de uma significativa experiência profissional na gestão desses empreendimentos e que nos fala sobre seus planos e visão dessa operação.

E finalmente, dois exemplos extraordinários de evolução na busca por um sólido modelo de gestão. De um lado o Grupo Dislub, nossa matéria de capa, que desvenda nuances do ramo de distribuição de combustíveis, segmento que sempre foi alvo de intensa polêmica. No caso da empresa enfocada, demonstra-se como o olhar empreendedor e a profissionalização da gestão podem fazer a diferença nos valores e na trajetória da companhia. Do outro, a saga de dois irmãos empreendedores que saíram de um pequeno comércio de carne há dez anos e o transformaram numa organização que pensa, age e fatura como gente grande.

E, assim, começamos 2010 com a exata consciência do dever de corresponder à constante e crescente confiança de nossos leitores e anunciantes. Nossos princípios estarão sempre presentes em nossas ações, assim como esperamos buscar incessantemente, através da criatividade, inovação e vanguardismo, elevar nossa condição entre leitores e colaboradores, mantendo cada vez mais vivo o compromisso de contribuir para a excelência da gestão e o desenvolvimento de nosso Estado.

Um feliz 2010 para todos!

Omar Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 14ª Edição

Mais um recorde para comemorar

É gratificante para o diretor da editora que publica a Negócios PE escrever sobre o bom momento da revista. São 116 páginas (mais um recorde) divididas entre a revista e o Catálogo Empresarial de Pernambuco, edição 2009/2010.

Na revista destacamos a matéria de capa produzida sobre a Coca-Cola Guararapes, que desvenda de forma clara as práticas de gestão que tornou essa unidade uma das mais rentáveis da Coca-Cola Company, competentemente dirigida por seu principal executivo, Luiz Delfim de Oliveira.

Também procuramos entender as razões por que o sexagenário escritório de advocacia pernambucano Urbano Vitalino resgata sua marca, depois de ter se associado e incorporado à grife de um dos grandes escritórios da advocacia nacional, o Siqueira Castro. Um excelente case de estratégia empresarial produzido por uma organização de serviços advocatícios.

A edição ainda revela, com exclusividade e detalhamento, a faceta empresarial de João Marinho, um empreendedor notável que, no entanto, é mais conhecido pelo seu lado playboy de ser. Nosso periódico presta ainda uma homenagem ao igualmente empreendedor Moisés Margolis, um homem que venceu no mundo dos negócios com simplicidade, honestidade e visão.

Por fim, não poderia deixar de destacar a matéria produzida pela articulada Monica Ayub, que fala da primeira incursão da Negócios PE como editora de um livro. Pernambuco Empresarial, além da excelência do conteúdo perfeitamente dissecado pela experiente jornalista, preenche uma lacuna visível para o universo da educação corporativa no Estado oferecendo um rico acervo de cases mercadológicos e empresariais abordados por Drayton Nejaim. A publicação será, sem dúvida, uma importante fonte de consulta para empresários e executivos e um documento histórico sobre a cultura empresarial contemporânea vigente no Estado.

Independência, imparcialidade e relevância são os princípios que norteiam nosso trabalho. Nosso conteúdo reflete fielmente essas palavras. Esse é o compromisso que temos com nossos leitores e anunciantes em todos os produtos que levam a assinatura da Editora Negócios PE.

Omar Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 13ª Edição

Mais uma de cem e com toque feminino

Uma das coisas mais prazerosas e “orgulhosas” de escrever este editorial é atestar a capacidade da nossa publicação de se renovar, surpreendendo até mesmo nós que a fazemos.

Para começar, repetimos a dose de cem páginas, o que muito nos orgulha, pois demonstra e ratifica mais uma vez a confiança dos anunciantes numa edição especial de capa dupla, contendo, além do conteúdo jornalístico, a nossa segunda edição da Apresentação Institucional das Sociedades de Advogados, um documento que tem por objetivo ser um referencial de consulta para o mercado.

Renovamo-nos porque pela primeira vez nossa capa apresenta um personagem feminino. Mulher de personalidade marcante e empresária para lá de bem-sucedida, Cecília Freitas, uma das responsáveis pelos 35 anos de história do Gruponove, é considerada por nós que fazemos este veículo a dama do mercado publicitário pernambucano.

Dentro de nosso objetivo central, que é divulgar com isenção e responsabilidade o mundo empresarial de nosso Estado, destacamos importantes e competentes iniciativas empresariais que ecoam em solo pernambucano, como a trajetória do home center Ferreira Costa e nuances de sua expansão; o crescimento da rede de franquias Giraffas, a partir da intervenção de gestores que conhecem Pernambuco, e os desafios de profissionalização da Interlocações, uma locadora de veículos pernambucana que está hoje em boa parte do país.

A primeira, uma empresa que com 125 anos de existência – algo absolutamente diferenciado para qualquer organização – nos mostra uma importante lição de empreendedorismo e visão de futuro na gestão.

A segunda narra o caminho encontrado por uma marca nacional de fast-food para superar o desafio logístico interestadual e conseguir “invadir” o Nordeste começando por Pernambuco.

E, por fim, mostramos as “dores” do crescimento da maior locadora de veículos leves do Nordeste: despersonificar sua gestão e viabilizar meios de financiar adequadamente seu crescimento num setor da economia que funciona alavancado – locações de carros para frotas.

Mas, prezado leitor, minha empolgação é muita e o espaço é pouco. Assim o melhor é deixar você desfrutar de nosso conteúdo. Um reconhecimento especial aos nossos novos anunciantes. A confiança deles é nosso maior motivador.

Boa leitura!

Omar Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 12ª Edição

A doze de cem que completa dois

O titulo deste editorial, se formos fiéis à linguagem coloquial nordestina, pode parecer uma apologia a uma arma de fogo de grosso calibre, famosa, respeitada e admirada.

Nada disso caro leitor. O titulo traduz na verdade uma justa euforia pelo marco que esta revista representa. Trata-se da nossa décima segunda edição que circula com cem páginas, a maior que editamos até agora e que marca nosso segundo aniversário.

Motivos de orgulho não faltam. Há dois anos iniciamos um pioneiro projeto a fim de dotar Pernambuco de um meio de comunicação que não explicitasse tendências políticas se concentrando em retratar o espírito empresarial e empreendedor do Estado.

Nesse período, valorizamos a trajetória e as opiniões de gestores e lideres empresariais diversos, sem incorrer no erro de usar esse relacionamento para barganhar a publicidade das empresas que representam. Empreendemos a Negócios PE pensando num veículo que pudesse ostentar os valores centrais que norteiam o bom jornalismo: notícias inéditas, densidade editorial, a relevância das informações para o público leitor e, o mais importante, a imparcialidade.

Por outro lado, o eco dos nossos leitores as informações divulgadas é outro motivo de imenso orgulho. Resultado da regularidade e especificidade de entrega da nossa revista. Desde a primeira edição sinalizamos as agências e clientes o respeito por este item. Nunca “fomos e voltamos” com esse número. Estipulamos em seu lançamento e mantemos sem variação uma respeitável tiragem de 15 mil exemplares seletivamente distribuídos e esgotados, sob o referendo de uma das maiores empresas de auditoria do país, a BKR Lopes Machado.

Para nós o resultado publicitário é sempre consequência de uma mensagem bem compreendida e de uma estratégia bem executada.

Finalmente não poderia deixar de registrar o mérito de nosso editor Drayton Nejaim, o verdadeiro “pai” desta idéia, que com seu inegável talento em pesquisar e retratar o melhor dos “negócios” em nosso estado é o responsável maior por esse bom momento. Claro que isso seria impossível sem a dedicada e talentosa equipe que nos acompanha, a qual é mais um motivo de nosso orgulho.

Omar Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 11ª Edição

Amigo leitor,

A partir desta revista criamos o selo “Longevidade Empresarial” para destacar empresas que têm conseguido superar as adversidades e sintonizar os mercados onde atuam.

Sempre que coincidirem as matérias publicadas pela revista com datas emblemáticas para as organizações enfocadas, elas serão destacadas com o selo, que lembrará ao leitor o tempo de atuação da referida organização.

Esta edição está um primor, pois apresenta trajetórias empresariais de negócios com características diversas, como o Shopping Boa Vista, a Concessionária de Veículos Rota Premium, o Hospital Memorial São José e o Grupo KarneKeijo. Em cada uma delas, lições que poderão servir de parâmetro para intervenções dos gestores nas empresas onde atuam.

A revista traz ainda uma entrevista com a secretária de Comunicação Estratégica da Prefeitura do Recife, Lygia Falcão; e outra com o presidente da companhia Excelsior Seguros, Múcio Novaes. Na primeira, a secretária revela sua visão sobre o cotidiano de um ambiente de negócios muito dinâmico, o político. Já no papo com Múcio, o leitor entenderá de maneira didática os desafios de assumir “um barco meio afundado e transformá-lo num belo navio”.

Completam a movimentada edição artigos com opiniões inteligentes: Tatiana Menezes, do Convention Bureau, abordando o momento turístico de Pernambuco; e Denielly Halinski, do Shopping Guararapes, tratando do movimentado ambiente de compra do varejo.

Por fim, e não menos importante, nesta edição estreia a coluna Acerto de Contas, voltada para assuntos ligados a economia e finanças em Pernambuco, comandada por Pierre Lucena, que assina o conhecido blog de mesmo nome com o jornalista Marco Bahé.

Hora de encerrar o papo e lhe desejar uma ótima leitura.

Um forte abraço!

Drayton Nejaim
Editor Executivo / DRT - 3553
drayton@revistanegociospe.com.br


Estimado leitor

Nesta edição mostramos como algumas empresas pernambucanas nos dão lições de gestão para serem “perenes”.

O que torna as organizações duradouras? A qualidade de sua gestão? Saber enxergar as oportunidades? Ter capacidade para superar crises? Ou será que a visão de futuro de seus fundadores é a grande resposta para obter longevidade?

Essas questões desafiam os estudiosos da administração como ciência. Afinal, a crise econômica atual tem resultado no desaparecimento de várias organizações de atuação global, muitas com mais de meio século de existência. Ela nos desafia a repensar tudo o que aprendemos até hoje.

Mudaram os mercados, mudaram os gestores e/ou os empreendedores ou essas crises são fenômenos cíclicos que servem para depurar as organizações num sistema capitalista?

É isso que tentamos desvendar nesta edição, num plano local. Analisamos com profundidade a história de organizações bem-sucedidas em nossa comunidade empresarial e com longevidade distinta.

Elas constituíram modelos de negócios que merecem atenção, pois refletem diferentes estágios de maturidade existentes no mercado estadual. Histórias de empreendedorismo, tenacidade, trabalho, superação, profissionalização e dinamismo. Os textos certamente produzirão um ambiente de reflexão nos empresários e executivos que leem a publicação.

E este é justamente o nosso desafio bimestral: inspirá-lo a partir do que Pernambuco tem de mais diverso em termos de empreendedorismo e gestão.

Uma boa leitura e até a próxima edição!

Omar Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 10ª Edição

Pioneirismo

Mais uma edição da qual nos orgulhamos. Chegou a vez de abordarmos, numa linguagem de gestão, um assunto que tem sensibilizado o mundo: a responsabilidade social empresarial.

Ao dedicarmos uma edição para o assunto, agimos de forma pioneira e original, uma marca da publicação. Procuramos conversar com as principais entidades ligadas à promoção do desenvolvimento sustentável, além de apresentar esforços de empresas, dignos do nosso reconhecimento, nas esferas pública e privada.

Nesta edição, em especial, produzimos além da revista um relatório de sustentabilidade onde as organizações inscritas puderam apresentar iniciativas que combatem as desigualdades, ampliam a qualidade de vida e preservam o meio ambiente. Pretendemos anualmente repetir esta edição e revelar iniciativas que apoiam a sustentabilidade mundial num plano local.

Nosso relatório é um demonstrativo aberto para que as empresas prestem contas à comunidade empresarial do Estado sobre o impacto de suas atividades sociais e ambientais e serve como um instrumento estratégico para avaliar e multiplicar o exercício da responsabilidade social corporativa.

Entendemos que a decisão de participar do documento deve ser uma prática voluntária das organizações, com o objetivo de dar transparência a suas atividades e tornar públicos seus compromissos com o desenvolvimento sustentável.

Louvamos, assim, a percepção das empresas com atuação em Pernambuco que prestigiaram esta iniciativa.
Uma boa leitura a todos.

Drayton Nejaim
Editor Executivo / DRT - 3553
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 9ª Edição

Prezado leitor,

A presença da tecnologia da informação e da comunicação em nossas vidas é algo tão absoluto que fica quase impossível nos imaginarmos sem ela. Já pensaram em não contarmos mais com um notebook ou celular. Ou quem sabe se não pudéssemos dispor de um CD, ou de um DVD. Como nos comportaríamos?
Difícil de imaginar isso na vida pessoal e mais difícil de entender na vida corporativa. Pensando nisso e visando situar nosso leitor decidimos lançar uma edição “temática” falando da TIC em Pernambuco.

Confesso que ao ver o resultado expresso nas páginas seguintes, fiquei mais eufórico e orgulhoso do que nosso editor. Coisa difícil, pelo seu constante otimismo e empolgação com tudo que faz. A riqueza do conteúdo que obtivemos; a qualidade das colaborações recebidas; o aprendizado que esse projeto nos proporcionou e, especialmente, o desafio de enfocarmos esse importante setor da atividade empresarial pernambucana, compensou toda a “transpiração”. Valeu a pena o esforço!
Foi também motivador conhecer os profissionais que produzem em Pernambuco soluções tecnológicas para os mais diversos usos, de games a ERPs, passando pela inteligência artificial e aplicativos para a internet. Gente jovem, inteligente, brilhante e despojada, capaz de fazer o melhor sem muito alarde.

Impossível deixar de reconhecer o talento de nosso editor em expor assuntos complexos numa linguagem simples e acessível, capaz de proporcionar a todos, iniciados ou não, conhecimentos e informações relevantes para sua vida profissional. Impossível também não reconhecer a garra, o talento e a dedicação de nossa equipe em produzir e executar todos os outros componentes da revista. Sem eles nada se concretizaria.
Finalmente agradecer a vocês, leitores, assinantes e anunciantes. Sua confiança e reconhecimento é nosso motivador para fazer cada vez melhor.

Um feliz 2009 é o meu mais sincero desejo!
Omar Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br


Amigo leitor,

Nossa equipe está radiante com o resultado desta edição. Conseguimos trazer para uma linguagem acessível um assunto importantíssimo na vida: tecnologia da informação e comunicação.

Para os executivos e empresários que não vivenciam o mundo dos bits e bytes, tecnologia da informação e comunicação resume-se a um teclado, um mouse, um monitor de computador, um celular e um telefone fixo. Para a maioria absoluta deles, tecnologia é isso.
Porém, mesmo reduzindo sua importância ao aspecto funcional, todos nós, sem exceção, reconhecemos o seu valor pessoal e profissional. Se adicionarmos a esse contexto a importância crescente das empresas pernambucanas de TIC no cenário nacional, teremos ingredientes de sobra para justificar uma edição que apresente as empresas, os personagens, as aplicações e os resultados das tecnologias que promovem a competitividade dos negócios. Foi exatamente isso que fizemos.

Ouvimos gestores públicos e privados, entidades representativas do setor, diretores das grandes empresas de telefonia presentes em Pernambuco, no intuito de simplificar o entendimento das múltiplas formas com que a tecnologia influencia as empresas.
Estamos honrados com a forma como fomos recebidos pelos 38 personagens ouvidos nesta edição temática. A seriedade com que todos, sem exceção, contribuíram com inteligência e experiências fez a diferença.

Chegou a hora de aproveitar a leitura. O nosso desafio foi torná-la enriquecedora sem perder a leveza. O momento da verdade chegou para nós e a nota desta edição quem dá é você.
Por fim, preciso agradecer. Agradecer a Deus por um ano pródigo. Agradecer aos leitores pela receptividade. Agradecer aos anunciantes pela crença no veículo. Agradecer aos fornecedores pela parceria. Agradecer muito aos nossos colaboradores diários, a turma que tem sua foto publicada no expediente da revista. Por último, e não menos importante, agradecer a meu sócio, um parceiro de todas as horas. A todos, o meu muito obrigado e um feliz 2009.

Saúde e paz. É o que desejo de coração.
Drayton Nejaim
Editor Executivo / DTR - 3553
drayton@revistanegociospe.com.br

 

Capa
Negócios PE - 8ª Edição

Estimado leitor

Temos tido a alegria de atingir prioritariamente aqueles que produzem. Esse é o nosso público. Um público exigente. Daí o desafio de tornar a leitura interessante, sem ser acadêmica demais ou simplória. Essa é a nossa identidade editorial, obrigatória e desafiadora.

Buscando oferecer alternativas de interação com a marca Negócios PE, temos investido de maneira planejada na comunicação eletrônica, que desempenha papel insubstituível e indispensável para que o conteúdo diferenciado produzido por nós seja facilmente acessado por diversos leitores.

Pensando assim, incrementamos nosso site, www.revistanegociospe.com.br, tornando-o mais completo, de fácil navegação e abrangente na interação com os leitores. Incluímos novos recursos que permitem a você folhear as edições como se estivessem em suas mãos, e ainda, ter uma boa parte do conteúdo disponível em inglês.

Na esteira de uma comunicação mais ativa, estreamos no dia 24 de agosto nosso programa de televisão, que leva o nome da revista e materializa no vídeo conteúdos empresariais com o tratamento independente e profissional que você está acostumado a ver na revista.

Disponibilizamos esse conteúdo no site para ser acessado a qualquer hora. Tudo com o tempero da pernambucanidade, marca registrada de nossa publicação.

Criamos ainda o blog “Radar de Negócios”, canal interativo de notícias, que pretende ampliar nossa capacidade de divulgar todo o material jornalístico qualificado que produzimos e recebemos. Com o tempo, sabemos, ele se tornará um ambiente de notícias acessado por você.

Assim, através da internet, televisão e mídia impressa, a NEGÓCIOS PE amplia sua relevância editorial com a qualidade e responsabilidade de conteúdo que compõem nossos princípios de bem informar.

Esperamos que tudo isso lhe seja útil. É essa a nossa maior missão. Até a próxima edição.

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 6ª Edição

Prezado leitor

Esta edição traz marcas importantes. Trata-se da primeira em que a publicação deixa de ser, também, um órgão informativo da ADVB PE, coincidindo com o término do meu segundo mandato a frente da entidade depois de quatro anos de gestão. Foi gratificante o convívio com os membros do sistema ADVB no Brasil, assim como é motivo de orgulho transmitir a presidência ao amigo José Artur.

Com maior independência e natural amadurecimento, sentimo-nos à vontade para convidar você, leitor, a participar da iniciativa de nos tornarmos cada vez mais qualitativos e independentes em nosso conteúdo editorial.

Na 3ª capa da revista (ao lado do artigo que aborda a Responsabilidade Social Empresarial), nossa mensagem "Custo X Benefício" lhe mostrará a importância dessa participação, um apoio fundamental para a continuidade da trajetória ascendente e equilibrada da publicação.

Para finalizar, queremos ressaltar que, devagar e paulatinamente, crescemos mais uma vez e chegamos a 56 páginas, o terceiro marco desta edição. Com ele, eleva-se o nosso maior compromisso: ser uma revista de negócios 100% pernambucana, levada a sério por você da primeira a última página.

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Agradecimentos e novidades

Tivemos a agradável surpresa de recebermos um voto de aplauso na Assembléia Legislativa de Pernambuco proposto pelo deputado estadual, José Queiroz, acatado pela mesa tendo como justificativa nossa integridade editorial, isenção e profundidade no tratamento das informações de natureza empresarial. Nós, diretores e integrantes da publicação, nos sentimos honrados e agradecemos ao deputado e ao órgão legislativo a valorosa menção.

Desde o início de Abril, lançamos uma campanha pioneira de mídia indoor (displays nas paredes dos banheiros) que irá atingir ao seu término, 29 restaurantes e 6 academias da região metropolitana, com o objetivo de lembrar que o site da revista pode ser uma importante fonte de informações sobre o universo empresarial de Pernambuco para sua empresa. Se você ainda não o visitou, aí vai o endereço: www.revistanegociospe.com.br

Por fim, em Junho você receberá nossa 1º edição especial, o inédito Catálogo Executivo Empresarial das empresas do setor de serviços, que corresponde a mais de 60% do PIB de Pernambuco. Com capa dupla, ele dividirá as atenções dos nossos leitores com a Apresentação Institucional das Sociedades de Advogados, um documento com o objetivo de informar a comunidade empresarial sobre a atuação desses profissionais. Chega de conversa e boa leitura!

Drayton Nejaim
Editor Executivo / DRT-3553
drayton@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 5ª Edição

Prezado leitor

A reunião da diretoria da FENADVB – Federação das Associações dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, em São Paulo, 11 de janeiro, contou com os 17 presidentes das ADVB’s, do Brasil e exterior, constituindo-se num marco histórico da sua existência.

A liderança e carisma de Miguel Ignatios presidente da ADVB SP, aliados a brilhante atuação de Agostinho Turbian a frente da FENADVB, ficaram evidenciadas, constatando-se o enorme desenvolvimento que o trabalho desses líderes tem produzido. O alto astral e a brilhante palestra–depoimento de Elcio de Lucca, presidente da SERASA, culminaram o evento.

Paralelamente ao fortalecimento do Sistema ADVB, a revista Negócios PE segue crescendo destacando nesta edição o aumento do número de paginas, fruto da confiança gradativa conquistada dos leitores e patrocinadores. Parabéns FENADVB! Obrigado leitor e associado.

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 4ª Edição

Prezado leitor

NEGÓCIOS PE chega ao final do ano com uma das suas melhores e maiores edições, produto de muita inspiração e “transpiração” de toda a equipe. Nossa satisfação se completa com o reconhecimento da conduta editorial da publicação atestada pelo mercado. Refiro-me especialmente a publicitários, jornalistas e formadores de opinião. Tão importante quanto agradecer a confiança depositada na revista por nossos patrocinadores é o respeito que temos procurado mostrar pelo leitor, nosso maior orgulho, que sente a seriedade com que tratamos essa iniciativa.

Por isso, como parte natural do processo de amadurecimento, iniciamos nesta edição a auditoria de nossa tiragem. Um requisito técnico que será cumprido pela BKR – Lopes, Machado Auditores, a oitava maior empresa de auditoria do mercado nacional. O fazemos num momento confortável na medida em que o time de empresas que patrocinam nossa publicação atesta a força e a qualificação de nosso mailling list.

Assim fechamos o ano velho, agradecendo o respeito com que fomos recebidos. Que 2008 traga para o nosso leitor uma energia tão positiva quanto a que nós, que fazemos à revista, sentimos de vocês. Feliz Ano Novo!

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 3ª Edição

Prezado leitor

Alguns desafios só são vencidos com muita persistência e um forte compromisso de se fazer o melhor. O reconhecimento pode ser considerado um “combustível aditivado” para manter essa persistência e para o desafio de nos superarmos a cada etapa.

Assim nos sentimos nesta edição. A receptividade dos leitores, anunciantes e entrevistados ao mesmo tempo em que “aditiva” nossa persistência, nos sugere maior responsabilidade com o conteúdo e a qualidade de cada nova publicação.

A repercussão da revista, as criticas e elogios nos alimentam de orgulho e lições, de modo que possamos usá-las para aperfeiçoar e corrigir rumos, tornando essa leitura algo cada vez mais esperado por você, amigo leitor.

Novos rumos e desafios, binômio motivador com o qual esperamos cumprir nosso compromisso com você: ser a sua revista de negócios quando o assunto for Pernambuco.

Omar G. Aguiar
Diretor Executivo
omar@revistanegociospe.com.br

Capa
Negócios PE - 2ª Edição

Prezado leitor,

Alguns desafios só são vencidos com muita persistência e um forte compromisso de se fazer o melhor. O reconhecimento pode ser considerado um “combustível aditivado” para manter essa persistência e para o desafio de nos superarmos a cada etapa.

Assim nos sentimos nesta edição. A receptividade dos leitores, anunciantes e entrevistados ao mesmo tempo em que “aditiva” nossa persistência, nos sugere maior responsabilidade com o conteúdo e a qualidade de cada nova publicação.

A repercussão da revista, as criticas e elogios nos alimentam de orgulho e lições, de modo que possamos usá-las para aperfeiçoar e corrigir rumos, tornando essa leitura algo cada vez mais esperado por você, amigo leitor.

Novos rumos e desafios, binômio motivador com o qual esperamos cumprir nosso compromisso com você: ser a sua revista de negócios quando o assunto for Pernambuco.

Omar G. Aguiar
Presidente ADBV RECIFE

Capa
Negócios PE - 1ª Edição

Prezado leitor,

É com prazer que a ADVB RECIFE está inaugurando, através da Revista NEGÓCIOS PE, seu mais novo canal de comunicação e relacionamento com seus associados e o empresariado pernambucano. Nosso objetivo é transmitir experiências e conhecimento que resultam em “cases” de gestão. Em mercados competitivos e globalizados, entender as boas práticas de gestão torna-se útil àqueles que têm a missão de gerir negócios.

Esse será o nosso produto: informação qualificada que sirva de matéria prima para os nossos leitores. Nossa crença é de que a qualidade editorial e gráfica será o principal responsável pelo sucesso da publicação. Se isso acontecer estaremos cumprindo a nossa missão, contribuir para o seu.

Omar G. Aguiar
Presidente ADVB RECIFE

 

Assine a revista